Vasco sai na frente, mas Ceará empata e estraga festa na Colina

author
2 minutes, 48 seconds Read
Vasco e Ceará brigaram pela vitória até último minuto em São Januário

Vasco e Ceará brigaram pela vitória até último minuto em São Januário
Dhavid Normando/Estadão Conteúdo – 20.8.2018

Véspera de aniversário, casa cheia, contra o vice-lanterna do Campeonato Brasileiro. Roteiro perfeito para a comemoração dos vascaínos, que abriram o placar em São Januário com gol de Wagner. Só não contavam com a boa atuação do Ceará, que estragou a festa ao empatar logo depois com o zagueiro Tiago Alves. Mesmo com um a menos, os visitantes seguraram o resultado de 1 a 1 e frustraram a torcida, que foi embora com gritos de ‘time sem vergonha’.

Classificação e jogos

Noite de estreias
Além do novo mascote, batizado pela torcida de ‘Almirante Pistola’, o torcedor presente em São Januário viu de perto pela primeira vez outros três jogadores: Maxi López, Leandro Castan e Vinícius Araújo, recém-chegados ao clube. A participação do trio, porém, não será bem lembrada. O argentino, fora de ritmo, sofreu para se livrar da marcação e ainda perdeu um gol na pequena área. O zagueiro até não comprometeu, mas teve dificuldades para parar o centroavante Arthur e saiu lesionado. E o atacante saiu do banco e pouco participou. No fim, Lenon entrou na lateral pela primeira vez.

De volta ao mercado?
A diretoria, ainda indecisa em dar um voto de confiança ao interino Valdir, talvez tenha chegado a uma conclusão. E negativa. As mudanças no esquema tático não surtiram efeito e o time chegou a ser envolvido pelo Ceará em alguns momentos. Se o Bigode planejava ficar até o fim do ano, deve dormir preocupado nos próximos dias. Se depender da torcida, o ex-atacante não fica no cargo até o fim do ano.

Fantasma da zona
O empate, definitivamente, não é bom para os dois clubes, que encerram o primeiro turno em situação complicada. O Ceará fica na vice-lanterna, com 17 pontos, e o Vasco acaba em 15º com 20 pontos. Vale ressaltar que o Cruz-Maltino tem dois jogos a menos, contra Atlético-PR e Santos. Quem não quiser ter sustos em dezembro, precisa melhorar o rendimento na segunda metade do campeonato.

Sem clima de festa
As comemorações do aniversário nesta terça-feira certamente não terão o mesmo gosto. O clube conquistou só um ponto nos últimos quatro jogos e vive momento conturbado na política. O jogo, tratado como um ‘divisor de águas’, foi para se esquecer.

VASCO 1 X 1 CEARÁ

Data-hora: 20/08/2018 – 20h
Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias Araújo (SP)
Gols: Wagner (14’/2ºT – 1×0) e Tiago Alves ( 20’/2ºT – 1×1)
Cartões amarelos: Maxi López (VAS) e Samuel Xavier (CEA)
Cartões vermelhos: Samuel Xavier (CEA)

VASCO: Martin Silva; Luiz Gustavo, Bruno Silva, Leandro Castan (Lenon 35’/2ºT) e Ramon (Henrique, intervalo); Leandro Desábato, Thiago Galhardo, Giovanni Augusto, Wagner (Vinícius Araújo 24’/2ºT) e Yago Pikachu; Maxi López. T: Valdir Bigode.

CEARÁ: Everson, Samuel Xavier, Tiago Alves, Luiz Otávio e João Lucas; Edinho, Richardson e Ricardinho; Leandro Carvalho (Felipe Azevedo 32’/2ºT), Calyson (Reina 27’/2ºT) e Arthur (Fabinho 39’/2ºT). T: Lisca.

Similar Posts

%d bloggers like this: