UNIFEV promove seu 2ª Fórum de Psicologia Comunitária

2 minutes, 18 seconds Read

A UNIFEV promoveu, na noite da última quinta-feira (dia 01), no auditório do Campus Centro, o seu 2º Fórum de Psicologia Comunitária. O evento, organizado pelo curso de Psicologia, contou com a apresentação dos trabalhos realizados pelos estudantes do 7º período.

Segundo a responsável pelas atividades, Profa. Ma. Maria Celina Trevisan da Costa, foram desenvolvidos nove projetos, desde o semestre anterior. “Tivemos grupos que abordaram a inclusão de pessoas com deficiências na sociedade; o incentivo a atitudes que melhoram a qualidade de vida, por meio da preservação do patrimônio público e do meio ambiente; e a prática de atividades físicas; além de outros serviços prestados às entidades assistenciais do município”, afirmou.

A universitária Camila Carla Sales de Oliveira, 21 anos, disse que seu trabalho aconteceu em conjunto com os cursos de Letras e Pedagogia. “Criamos palestras e oficinas voltadas à conscientização dos futuros professores, sobre temas relacionados à sustentabilidade. O foco foi prepará-los para promoverem esse despertar aos alunos deles, já em sala de aula”, explicou. 

Confira, a seguir, todos os projetos apresentados:

  • Grupo de Apoio à Saúde e Prevenção da População (GRASPP): Realização de ações na Praça São Bento, a fim de orientar os participantes sobre a Hipertensão, a Diabetes, a Febre Amarela, o Tabagismo, a Gripe e a importância do brincar, na infância;

  • Intervenção Inclusiva na UNIFEV: Fixação de placas informativas nos banheiros da Instituição, destinados a pessoas com deficiências, contendo a seguinte observação: “Respeite o espaço que NÃO é seu”;

  • Atitudes Positivas IV: Atualização e reaplicação da campanha no Campus Centro e na Cidade Universitária, com divulgação ampliada aos ouvintes e telespectadores da Rádio e TV Unifev;

  • Semeando Sustentabilidade: Realização de oficinas com os alunos dos cursos de Psicologia, Letras e Pedagogia da Instituição, a fim de promover a Educação Ambiental;

  • Atividades Físicas em Academias ao Ar Livre: Incentivo à comunidade quanto à utilização do espaço coletivo, por meio da prevenção e promoção da saúde, em três praças de Votuporanga;

  • Escuta Terapêutica e Atividades Integrativas na Instituição de Longa Permanência de Idosos “Lar das Velhinhas”;

  • Socialização e Inclusão de Pessoas com Deficiências na Sociedade: Realização de atividades em espaços públicos, envolvendo os assistidos pela entidade Recanto Tia Marlene e seus familiares;

  • Mãos Unidas no Abrigo Mão Amiga: Promoção da
    Cidadania aos assistidos pela Comunidade Mão Amiga “Casa de Estar”;

  • Psicolibras: Intervenções junto à comunidade, acerca da inclusão da pessoa surda, por meio de informações sobre a Libras – Linguagem Brasileira de Sinais.

Similar Posts

%d bloggers like this: