Ligue-se a nós
[adrotate group="1"]

Coronavírus

Santa Casa de Votuporanga: ocupação de leitos de UTI está em 90%

Conforme a pandemia do novo coronavírus ganha contornos mais graves na região, com crescimento acelerado no ritmo de casos e de mortes em decorrência da doença registradas, a ocupação dos leitos de UTI para o atendimento da Covid-19 em Votuporanga também cresce.

Conforme os dados fornecidos pela Santa Casa de Votuporanga, mostra que a ocupação da UTI já chegou a 90% e das alas 60%.

Leia abaixo o apelo do hospital:

A Santa Casa de Votuporanga alerta sobre o aumento de casos do Coronavírus. Agora, mais do que nunca, precisamos de sua colaboração para vencermos COVID-19. Suas atitudes como isolamento social, uso de máscaras e higienização de mãos salvam vidas e são essenciais para continuarmos a atender os pacientes com qualidade e humanização. Seja um herói você também! Isso é ser solidário! 🏥😷💞

Anúncio
Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Coronavírus

Ilha Solteira confirma primeira morte por coronavírus

De acordo com a prefeitura, a morte é de um homem de 79 anos, morador de São Paulo, mas que passava os dias em Ilha Solteira.

Ilha Solteira (SP) confirmou a primeira morte por coronavírus na cidade neste domingo (19) após divulgação do boletim epidemiológico.

De acordo com a prefeitura, a morte é de um homem de 79 anos, morador de São Paulo, mas que passava os dias em Ilha Solteira. Ele passou mal na cidade, teve sintomas gripais e procurou o Hospital Regional.

Ele não resistiu e morreu no domingo passado, dia 12 de abril. O corpo foi enterrado em Ilha Solteira.

Na cidade teve também uma nova notificação de suspeita de Covid-19. O paciente foi internado e, no momento, quatro casos suspeitos aguardam os resultados dos exames. Destes, um está internado e outros três sendo monitorados.

Ilha Solteira tem um caso positivo de coronavírus, mas é um caso importado. O paciente é morador de Selvíria (MS) e está internado no hospital em Ilha Solteira.

Fonte: G1

Continuar Lendo

Coronavírus

Com UTIs lotadas, SP avalia transferir pacientes para o interior

Na capital paulista, segundo o prefeito Bruno Covas, já existem hospitais municipais com 100% de ocupação

Diante da lotação nos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) nos hospitais públicos da Grande São Paulo, o governo do Estado abriu possibilidade para transferir pacientes para centros médicos do interior, onde a pressão por atendimento em decorrência do coronavírus ainda não é tão forte quanto na região metropolitana.

“Não há possibilidade de nós transferirmos leitos de um hospital para outro nessa situação. Ocorre que todos os casos que são positivos vão para uma central de regulação dos serviços de saúde”, disse o secretário estadual da Saúde, José Henrique Germann. “Obviamente, estamos dando preferência, neste momento, aos hospitais dentro de São Paulo e da Grande São Paulo. Mas os leitos existem também no interior de São Paulo. Então, o que transferimos é o paciente.”

Nesta sexta, o governador João Doria também confirmou que irá estender o período de quarentena do estado até maio.

Germann afirmou ainda que não cogita requisitar legalmente leitos de internação da rede privada, uma vez que já há tratativas para que os hospitais particulares recebam pacientes vindos do Sistema Único de Saúde (SUS).

A ação de transferir pacientes para cidades menos densas já foi adotada em outros países, como na França. Na capital paulista, segundo o prefeito Bruno Covas (PSDB), “já existem hospitais municipais com 100% de ocupação dos leitos de UTI e a rede já conta com mais de 60% das vagas ocupadas”.

O Instituto de Infectologia Emílio Ribas, referência no setor, já tem todos os 30 leitos de UTI ocupados. O quadrilátero que inclui o centro médico e o Hospital das Clínicas apresenta 80% de ocupação, porcentual parecido com o da zona leste, segundo a Prefeitura.

Covas publicou decreto nesta quinta-feira em que determina que todos os hospitais da cidade, públicos, privados ou filantrópicos, devem informar diariamente quantos leitos de UTI possuem e quantos estão utilizados.

No Estado

São Paulo é o Estado mais atingido pela epidemia do novo coronavírus, com 853 óbitos pela doença. Foram 75 mortes nas últimas 24 horas, de acordo com balanço da Secretaria Estadual da Saúde divulgado nesta quinta-feira. Na capital paulista, são 603 mortes. Em resumo, o Estado registrou nesta semana uma morte a cada 30 minutos pelo novo coronavírus.

Os casos confirmados são 11.568, com 525 novos casos nas últimas 24 horas. De acordo com o governo do Estado, 199 municípios já foram afetados pela doença e 83 deles apresentam registro de óbito.

O Sistema de Monitoramento Inteligente (SIMI-SP), que usa o compartilhamento de informações de celulares, mostra que o porcentual de isolamento social no Estado foi de 50% nesta quarta-feira (15).

De acordo com o coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo, David Uip, a adesão ideal – que permitiria reduzir a propagação do vírus e o isolamento social seria de 70%. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Continuar Lendo

Coronavírus

Após reunião entre Prefeitura e ACV, comércio pode ter flexibilização maior

Associação apresentou necessidades dos comerciantes e Unifev informou estar preparada para retorno das aulas de maneira segura

O Prefeito João Dado se reuniu na tarde desta quinta-feira (16/4) com os presidentes da Associação Comercial de Votuporanga, Valdeci Merlotti, e da Fundação Educacional de Votuporanga, Celso Penha Vasconcelos. Na ocasião, os representantes das instituições trouxeram ao Prefeito as necessidades que vem sendo apresentadas em cada área.

Segundo a ACV, a maioria dos estabelecimentos contam com crediário próprio e, além de terem suas vendas suspensas neste período de quarentena, também não estão oferecendo oportunidades dos consumidores quitarem suas parcelas no crediário. “Muitos comerciantes não trabalham com boleto. Precisamos oferecer condições mínimas de saúde financeira para os nossos comerciantes”, explicou o presidente da ACV, que na ocasião estava acompanhado do gerente da gerente da Associação, Vanderlei Junqueira.

“Estamos estudando novas medidas para adotarmos diante do cenário que vivenciamos do Coronavírus em Votuporanga. Tivemos uma reunião do Comitê de Crise e estamos conseguindo manter números que nos permitem uma flexibilização maior para não afetarmos ainda mais a nossa economia local”, disse o Prefeito João Dado.

Unifev

Pela Unifev, o Presidente da Fundação, Celso Penha Vasconcelos, trouxe ao Prefeito João Dado uma discussão sobre a possibilidade de retorno gradativo às aulas presenciais nos cursos superiores, com adoção de medidas necessárias de proteção. “Estamos aguardando ansiosos pela volta à normalidade e estamos preparados para atender nossos alunos e docentes de maneira segura. Sabemos que os cursos de nível superior, por exemplo, são importantes para a comunidade, principalmente os da área da Saúde que contam com alunos em regime de internato e estágios que tanto contribuem com os atendimentos à comunidade”, disse.

Continuar Lendo

Populares