Connect with us

Destaques

Santa Casa apresenta balanço contábil e assistencial de 2018 para Irmandade

Assembleia Geral é o órgão máximo da Instituição integrada por membros da Comunidade

A Santa Casa de Votuporanga preza pela prestação de suas contas, como um importante instrumento para a transparência no processo de gestão. A Instituição promove Assembleia Geral com a Irmandade periodicamente, apresentando as ações realizadas pelo Hospital.

Nesta segunda-feira (25/2), a reunião ocorreu no Espaço Unifev Saúde. A Assembleia Geral é o órgão máximo da Instituição integrada pela Irmandade, formada por membros da comunidade.  Reúne-se para balanço anual, relatório de atividades da Diretoria Executiva, aprovar as contas, além das demais competências e atribuições que lhes são atribuídas por força do Estatuto Social.

O provedor da Santa Casa, Luiz Fernando Góes Liévana, fez a abertura. Ele comentou sobre as ações realizadas em 2018 pela Instituição e pela comunidade em prol do Hospital. “Nossos números de urgência estão aumentando. A complexidade do paciente está cada vez maior. Somos referência para 53 municípios e a demanda só cresce. Esta prestação de contas é muito importante porque quando levamos transparência para as pessoas, elas despertam e se tornam solícitas em nos ajudar”, afirmou.

A Assembleia foi presidida pelo irmão Adauto Cervantes Mariola, que também é presidente do Conselho Administrativo, e secretariada por Claudio Ferro. Além dos diretores e Irmandade, participou toda a equipe técnica do Hospital, com explanações da gerente assistencial, Alessandra Zanovelli, e da contadora da Instituição, Lilian Beraldo Sanches Rodrigues.


Deixe seu comentário

Continue Lendo
Publicidade

Destaques

Votuporanga sedia três dias de Congresso de Educação

Programação segue até sexta-feira (19/7); palestras e oficinas/minicursos abordarão o tema “Competências Socioemocionais e os Processos Educativos para o Século XXI”

 

A educação segue em pauta esta semana, em Votuporanga. Pelos próximos três dias, a cidade sedia o 6º CIENP – Congresso Internacional de Educação do Noroeste Paulista com o tema “Competências Socioemocionais e os Processos Educativos para o Século XXI”. A abertura será nesta quarta-feira (17/7), a partir das 7h da manhã, no Centro de Eventos “Valério Giamatei” e contará com a participação de autoridades e palestra com o doutor em História Social Leandro Karnal. São esperados cerca de 1.850 profissionais de ensino da região e de outras cidades brasileiras.

 

Karnal abordará o tema “Habilidades Socioemocionais”. Esta será a primeira vez que ele participa do Congresso. Reconhecido internacionalmente, Leandro Karnal é Doutor em História Social pela Universidade de São Paulo (USP) e especialista em História da América e já publicou diversos livros e artigos nas áreas de História e Ensino, entre eles ‘EUA – A formação da nação’, ‘História na sala de aula’ (organização) e ‘História da cidadania’ (co-autor), todos publicados pela Contexto.

 

Também na manhã do primeiro dia do CIENP, os educadores participarão da palestra “Ensinando e aprendendo com prazer: a Neurociência entra em ação”, com o professor Nino Paixão. No período da tarde, a programação conta com cerca de 60 oficinas/minicursos com vivências que poderão ser aplicadas na sala de aula.

 

“Esta edição é recorde de público e pensamos numa programação que agregue ainda mais valor aos participantes e, principalmente, aos nossos alunos”, destacou Ederson Marcelo Batista, coordenador executivo do ADE Noroeste Paulista – Arranjo de Desenvolvimento da Educação.

O Congresso beneficiará indiretamente a Educação Territorial de 64 municípios, contemplando mais de 61 mil alunos da Educação Básica, superando o número de 290 Escolas Públicas Municipais do Noroeste Paulista, impactando 680 mil habitantes.

 

6º CIENP

 

Idealizado pelo ADE Noroeste Paulista, com organização em conjunto com AMA (Associação dos Municípios da Araraquarense), IFSP Votuporanga e Unifev, o Congresso Internacional de Educação fortalece o compartilhamento de responsabilidades no desenvolvimento da educação regional. Desta maneira, o 6º CIENP tem como objetivo oportunizar a formação continuada e a atualização em Competências Socioemocionais e práticas educacionais de excelência aos profissionais do magistério com foco na superação dos desafios interpostos pela ação de Educar no século XXI.

 

“A temática foi escolhida por conta das transformações no processo de ensino aprendizagem, que incluem as Competências Socioemocionais, responsáveis por agrupar diversas habilidades que o indivíduo desenvolve para lidar com as próprias emoções, conseguindo gerenciá-las, alcançar objetivos, lidar com frustrações e manter relações sociais positivas, por exemplo”, explicou Jaqueline Alexandre, secretária executiva do ADE Noroeste Paulista.

 

O Congresso recebe o apoio da SOMOS, Editora Moderna, Starb, NeuroSaber, Undime SP, Oficina Municipal, Cenpec, Senac Votuporanga, Método Uniformes, Tenda Digital, Fábrica de Produtos, Pé com Pé, Boquinhas, Faperp, FATD Consultoria, Senac, Aport, Cern Coaching & Mentoring, Brick Solutions, Piraporiando, Plataforma Um, Programa Semente, Editora Pindorama, Arth Móveis e CIEE.

Deixe seu comentário

Continue Lendo

Destaques

ACV inicia comemorações do Dia do Comerciante

Além da palestra promovida na manhã  desta terça-feira (16/7), ACV promoverá 3º Porco Paraguaio, no dia 28 de julho

Os comerciantes são responsáveis por movimentar grande parte da economia local, regional e nacional. Em Votuporanga, o setor é um dos principais na geração de emprego e renda e a ACV – Associação Comercial de Votuporanga se orgulha em fazer parte desta força. Para comemorar o Dia do Comerciante, lembrado nesta terça-feira (16/7), a entidade promoveu a palestra “Como vender mais no Dia dos Pais” em parceria com o Sebrae-SP, que abriu o calendário de comemorações.

O bate-papo sobre dicas de como aproveitar as oportunidades do período foi com o consultor do Sebrae-SP Guilherme Lui. “O Dia dos Pais tem cada vez mais ganhado espaço no calendário de datas comemorativas, porque ele passou também a ser uma data da família. Por isso, precisamos ficar atentos a esse novo comportamento do consumidor”, destacou. Na semana passada, em parceria com o Senac de Votuporanga, a ACV promoveu o ciclo de palestras voltado para os comerciários.

“Estamos sempre pensando em como podemos agregar ainda mais valor aos nossos associados. As estratégias que são apresentadas nesses encontros, quando colocadas em prática, têm gerado importantes resultados”, comemorou Valdeci Merlotti, presidente da Associação Comercial de Votuporanga.

Os empresários foram recepcionados com café da manhã preparado para celebrar a data e ainda concorrerão a brindes que incluíam convites para o 3º Porco Paraguaio ACV e espaço publicitário no informativo “ACV com Você”.

A palestra contou ainda com a presença do deputado Estadual Carlão Pignatari, que comentou a importância do setor para a economia e de Gilvanda Figueirôa, gerente do Sebrae-SP em Votuporanga.

3º Porco Paraguaio ACV

Em continuidade às comemorações pelo Dia do Comerciante, a Associação Comercial de Votuporanga vai promover no dia 28 de julho (domingo) das 12h às 14h30, o 3º Porco Paraguaio ACV. O encontro será na AABB com cardápio que inclui o porco paraguaio e acompanhamentos. A bebida será servida a parte. Terá ainda cama elástica para as crianças e show ao vivo. 

Interessados em participar da confraternização já podem adquirir o convite por R$ 35, na Associação Comercial de Votuporanga (rua Mato Grosso, 3545). Dúvidas podem ser solucionadas pelo telefone (17) 3426-4044.

É um momento para um encontro entre amigos e com a nossa família. Assim como foram as duas edições anteriores, esperamos um domingo realmente prazeroso”, comemorou o presidente da ACV, Valdeci Merlotti.

Deixe seu comentário

Continue Lendo

Destaques

Secretaria confirma fim da epidemia de dengue em Rio Preto

Após o pico de 40.646 notificações e 31.274 casos confirmados de dengue, com 14 mortes, Rio Preto assiste a uma redução nas notificações e confirmações, o que levou a Secretaria de Saúde a anunciar, nesta segunda-feira, o fim da epidemia no município. Mesmo no período mais crítico, o índice de mortalidade registrado, de 0,04%, ficou abaixo do aceitável, que é de 0,1%, graças às ações preventivas adotadas pela secretaria.

 

“A epidemia chegou ao fim. Voltamos ao período de endemia, o que significa que os casos de dengue não vão acabar, mas voltar ao que se espera em anos sem epidemia”, afirmou o secretário da Saúde, Aldenis Borim.

 

De acordo com Borim, a epidemia, que foi a maior da história de Rio Preto, teve como fatores a circulação do sorotipo 2 da dengue, considerado mais agressivo, a falta de imunidade da população e o clima quente e chuvoso, que favorece a proliferação do mosquito Aedes aegypti.  “Normalmente, esse clima vai de março até a primeira quinzena de maio, mas, neste ano, foi de fevereiro a julho”, explicou.

 

Prevenção

 

O secretário destacou a organização da secretaria para o combate à dengue e o tratamento dos pacientes. “Nossa autocrítica mostra que, ao prever a epidemia, a secretaria se organizou para enfrentá-la”, afirmou. E citou, por exemplo, a criação do Centro de Hidratação, que atendeu pacientes com dengue moderada. O local permaneceu aberto de 18 de fevereiro a 31 de maio, e realizou  6.570 atendimentos. Outra medida, voltada aos casos graves, com necessidade de internação, a pasta fez convênio com a Santa Casa, HB e AME e ampliou os leitos específicos para casos mais graves. Foram 1.200 pacientes internados e monitorados pela secretaria.

 

As unidades básicas de saúde também se adequaram para atender pacientes, sem haver a necessidade de enviá-los para as unidades de pronto atendimento. A secretaria ainda capacitou 800 profissionais em janeiro e fevereiro, tanto da rede pública quanto da privada, para a atenção correta à dengue.

Pela Vigilância Ambiental, a secretaria destacou a parceria com as secretarias de Meio Ambiente e de Serviços Gerais para limpezas públicas, com vistoria em 88 imóveis abandonados e a retirada de 64 toneladas de materiais inservíveis. Cerca de 500 pneus foram retirados das ruas.

 

O secretário destacou ainda a participação dos agentes de saúde, que participaram de mutirão aos sábados, visitando cerca de 500 mil imóveis.

Como resultado, o índice de infestação do mosquito (I.P) foi reduzido de 3,7% em janeiro para 1,8% em abril. O novo levantamento já está sendo realizado.

 

“O número de casos foi maior do que esperávamos, já que não podíamos prever o fator do clima. Porém, ao prevermos a epidemia, pudemos agir e reduzir seus efeitos. Não fossem essas ações, a crise epidêmica teria sido mais grave. Gostaria de agradecer a toda a sociedade pelo auxílio nessas ações”, finalizou o secretário.

Deixe seu comentário

Continue Lendo

POPULARES

Copyright © 2019 FOLHAR.COM.BR