Folha Regional

Reforçado, São Paulo quer brigar por títulos e encerrar jejum no ano

São Paulo busca quebrar jejum de títulos em 2019

São Paulo busca quebrar jejum de títulos em 2019
Reprodução / Twitter

Após uma temporada frustrante para o seu torcedor, o São Paulo começa 2019 sob um novo patamar. Além de não perder nenhum jogador titular, o Tricolor se reforçou no mercado com a chegada de sete atletas.

BLOG SÓ ESPORTES: Jogo festivo? Lugano dá carrinho em filho de Zico e vídeo viraliza

O primeiro desafio do time no ano é se classificar para a fase de grupos da Libertadores 2019. Para isso, enfrenta o Talleres-ARG, com a vangagem de decidir o segundo jogo em casa. 

Ao mesmo tempo, terá que dividir as atenções com o Campeonato Paulista, título que não vem desde 2005. As primeiras partidas da competição serão realizadas no Pacaembu devido às obras que acontecem no Morumbi.

Dentre os grande do Estado, o São Paulo é o que está há mais tempo sem erguer uma taça importante. O último título veio em 2012, na Copa Sul-Americana, quando Rogério Ceni e Lucas ainda estavam no clube. 

Quem chegou

O São Paulo foi um dos clubes que mais se movimentou no mercado de transferências nesta virada de ano. Ao todo, foram sete reforços, incluindo a chegada do meia Hernanes, que estava no Hebei Fortune, da China. O astro retorna após uma temporada longe do Morumbi, onde, em 2017, foi fundamental na briga contra o rebaixamento no Brasileirão.

Outra contratação de peso do Tricolor Paulista é a do atacante Pablo, ex-Athlético Paranaense e destaque na campanha do título da Copa Sul-Americana de 2018. Apesar de ambos terem marcado 12 gols no último Campeonato Brasileiro, o reforço deve assumir a titularidade que era de Diego Souza por ter terminado melhor o ano de 2018. 

APRESENTADOS: Willian e Biro Biro vestem camisa e exaltam projeto do São Paulo

Quem saiu

Dois jogadores que começaram a última temporada como titulares acabaram deixando o São Paulo nesta virada de ano: Rodrigo Caio e Sidão. O zagueiro, sem conseguir apresentar a consistência em seu futebol que a torcida esperava, acabou se transferindo para o Flamengo. 

O goleiro Sidão, hoje no Goiás, também deixou o Morumbi sob críticas dos são-paulinos. Inseguro na meta tricolor, o jogador perdeu o espaço entre os titulares ainda no comando de Aguirre e seguiu no banco com André Jardine. Jean, que veio do Bahia no início daquele ano, assumiu o posto. 

Principal destaque

O principal reforço do São Paulo para 2019 é o meia Hernanes, que chega após uma temporada no Hebei Fortune, da China. O jogador tem o carinho da torcida, que lembra, dentre outros momentos, do papel que o craque desempenhou no Brasileirão de 2017, quando foi fundamental na briga contra o rebaixamento.

Outra função de destaque para Hernanes no elenco tricolor é a de líder. Já com 33 anos, o meia soma sua terceira passagem no time e é um dos mais experientes no time. Ao lado de Nenê, com 37, Jardine poderá contar com figuras para “assumir a responsabilidade” dentro do grupo.

Veja também: São Paulo pode ganhar bolada com vendas de jogadores na Europa

Time-base

O treinador André Jardine não deve fazer uma mudança radical no time, pelo menos neste começo de temporada. A começar pela posição de goleiro, cujo titular de 2018 não deve perder posição. A tendência é que o recém-contratado Tiago Volpi ganhe espaço aos poucos. 

Dos sete reforços, apenas dois deles têm sua vaga quase certa no time titular: Hernanes e Pablo. O segundo, motivado pelo final de ano que rendeu ao atacante, então no Athlético-PR, o título da Copa Sul-Americana

Time que deve começar a temporada: Jean, Reinaldo, Anderson Martins, Arboleda e Bruno Peres; Jucilei, Hudson e Hernanes; Everton, Pablo e Nenê


Arte – R7

* Estagiário do R7, sob supervisão de Adalberto Leister Filho

Curta a página R7 Esportes no Facebook

Hernanes é o paizão-filósofo e salvador da pátria do São Paulo

 

Deixe seu comentário

jornalismo@folhar.com.br

Follow us

Don't be shy, get in touch. We love meeting interesting people and making new friends.

Most popular