Connect with us

Blog do Alexandre

Panorama Político – 28/11/2018

Novidade

Acontece nesta quarta-feira a inauguração da feira do bairro Estação. Reinvindicação antiga dos moradores da região.  O local escolhido para a realização das feiras todas às quartas foi a Av. Prestes Maia, próximo à praça 31 de Março.

Os responsáveis

A reivindicação dos moradores era antiga e sempre defendida pela Câmara de Vereadores, entre eles do vereador Walter José dos Santos, o Wartão, que solicitava a realização de feiras livres no bairro desde 2014, e do vereador licenciado Gilmar Aurélio, o Gaspar, atual Secretário Municipal de Obras. 

Prefeito diferenciado

É importante destacar as ações do Prefeito João Dado para que o projeto acontecesse. Ele revitalizou a praça que abrigará a feira, além claro, de autorizar as adequações no local.

Equipe

O chefe do Departamento de Fiscalização da Prefeitura, Ricardo Gaijutis e o vice-presidente da Associação dos Feirantes de Votuporanga, Nei Alves de Oliveira foram os responsáveis pelos ajustes para viabilizar a feira no espaço, como, por exemplo, as adaptações elétricas. 

Feirantes

A estimativa é de que em torno de 25 barracas sejam instaladas com a venda de salgados, pastéis, hortifrutigranjeiros, brinquedos, utensílios domésticos, entre outros. Espero que o Churros da Ivete e a Pamonha do Sr. Valdecir esteja por lá, sou fã!

Horários

A abertura da Feira está marcada para às 17 horas com a presença de autoridades, feirantes e comunidade.

Sessão

Ainda está repercutindo as falas dos vereadores na última sessão ordinária, na segunda-feira. A vereadora Edinalva Azevedo “subiu o tom” soltou uma frase ao falar do caso de uma senhora que procurou a UPA: “o povo vai naquele UPA para morrer, chega lá é muito mal atendido e não dão importância”. A fala causou mal-estar em algumas pessoas presentes.

Opinião

Os recursos da saúde púbica são muitas vezes insuficientes, porém, não pode generalizar, ainda mais sendo um agente político. Quem conhece os funcionários e dirigentes da UPA de Votuporanga sabe do esforço que fazem para atender bem todos os que chegam lá. Por isso, antes de falar, é bom conhecer de perto a situação e as pessoas envolvidas. A fala da vereadora Edinalva Azevedo foi infeliz. Problemas podem existir e as soluções devem ser buscadas em conjunto: instituição e administração pública. O vereador deve cobrar o poder público municipal, mas não pode esquecer que até as instituições públicas são feitas por pessoas.

Deixe seu comentário

Publicidade

Blog do Alexandre

Panorama Político – 02/08

Emenda
O vereador Chandelly Protetor deve apresentar uma emenda ao novo regimento da Câmara de Votuporanga que deve entrar em votação nas próximas semanas. Esta emenda sugere que não aconteça a apresentação de voto de congratulações em ano de eleições municipais.

Justificativa
“Em razão do número excessivo de homenagens, através de Votos de Congratulações estarem gerando diversas críticas pelos nossos cidadãos, inclusive nas redes sociais, entendendo ser necessário que essas possam ser limitadas” afirmou o vereador em sua justificativa.

Não para por aí
Não satisfeito, o vereador vai além, ele vai propor outra emenda no mesmo sentido, mas limitando as homenagens de Título de Cidadão e Insígnias de Honra ao Mérito por vereador. Chandelly quer que os vereadores possam apresentar somente duas homenagens por Legislatura.

Apoio
Nos bastidores, as duas emendas estão ganhando apoio de outros vereadores.

Abuso
Alguns vereadores abusam das homenagens, isso é evidente. Tem vereador em Votuporanga que tem até apelido sobre isso e não sabe.

Estratégia “eleitoreira”
As homenagens é uma ótima e eficiente “manobra eleitoreira”. Na terra dos mais humildes, homenagens podem significar mais votos nas próximas eleições. Os parentes e amigos do homenageado, tocados pelo ato honroso do nobre edil, podem “retribuir” o gesto com seu votinho, como diz o ditado: plantar para colher, quanto mais plantar, maior será a colheita.

Olhos abertos
Fiquemos de olhos abertos para a reação de alguns vereadores nos próximos dias quando essa notícia espalhar.

Outra emenda
Vou sugerir para o vereador Chandelly fazer mais uma emenda: proibindo os vereadores de cobrarem na justiça comum 13º e férias de legislaturas passadas. Só em Votuporanga, dois vereadores, segundo eles dentro da lei, requereram os direitos. Pode ser legal, mas é imoral. Estes imorais, são seres repugnantes da velha política, são como graxa, grudam na gestão pública e nunca mais saem. Enriquecem, privilegiam os amigos mais próximos e dão risada da cara do povo.

Deixe seu comentário

Continue Lendo

Blog do Alexandre

Panorama Político – 31/07

Foragido
O presidente do Grupo Petrópolis, alvo da 62ª fase da Operação Lava Jato, Walter Faria, está foragido. Conforme a Polícia Federal (PF), o empresário deixou a residência pouco tempo antes da chegada dos policiais, na manhã desta quarta-feira (31).

Operação
Batizada de Rock City, a fase da operação mira o pagamento de propinas disfarçadas de doações eleitorais e operações de lavagem de dinheiro feitas pelo Grupo Petrópolis, da marca de cerveja Crystal.

Propina
O Grupo Petrópolis, conforme as investigações, teria auxiliado a Odebrecht a pagar propina por meio da troca de reais no Brasil por dólares em contas no exterior. Segundo o Ministério Público Federal (MPF), as irregularidades são investigadas desde 2016, quando uma planilha com nomes de políticos e referência à cerveja Itaipava foi achada na casa do executivo da construtora Odebrecht Benedicto Junior.

Doações
Vários candidatos da região receberam doações da Odebrecht nas eleições passadas, seu eu começar a dar nome aos bois, vocês vão ficar espantados. Por enquanto, estou fazendo o levantamento e em breve vou divulgar aqui. O material público é vasto, não tem como esconder.

Documentos
Em setembro de 2017, Faria entregou à Polícia Federal planilhas com informações sobre repasses da empresa a políticos a pedido da Odebrecht. De acordo com os documentos, 255 doações foram realizadas somente nas campanhas de 2010 e de 2012, somando mais de R$ 68 milhões.

Desfile Cívico
Votuporanga terá o desfile cívico pelo terceiro ano consecutivo. Os dois últimos anos a Folha Regional esteve presente fazendo a transmissão e acompanhando este momento festivo da cidade, este ano não será diferente.

Agosto de Deus
Por que agosto tem má fama? A fama de mês agourento cresceu no século 20, graças a acontecimentos como o suicídio de Getulio Vargas, (24/8/1954), e a renúncia de Jânio Quadros (25/8/1961).  Mas a má fama de agosto não é exclusividade da cultura lusobrasileira. Os romanos, no século 1, acreditavam que um dragão passeava pelo céu noturno em agosto (mês, aliás, batizado por eles em homenagem ao imperador Augusto). O monstro nada mais era do que a constelação de Leão, mais visível nessa época do ano.

Natal
Faltam exatamento 147 dias para o Natal e 154 dias para o ano novo, mas calma, o ano de agosto só está começando. 

Deixe seu comentário

Continue Lendo

Blog do Alexandre

Panorama Político – 29/07

Fervilhando
Os bastidores da política votuporanguense estão fervilhando com os últimos acontecimentos. Chegou ao ouvido deste colunista uma insatisfação de um grupo de vereadores com o presidente da Casa, Meidão (PSD).

Fonte
Segundo essa fonte, medidas estariam sendo preparadas por estes vereadores e que eles poderiam acionar o jurídico da Casa de Leis. Qual insatisfação seria essa? Talvez as próximas colunas respondam isso.

Função do presidente da Câmara
O presidente da Câmara Municipal integra a Mesa Diretora e a preside. Ele é o representante legal da Câmara, tanto nas relações externas, como nos trabalhos internos, desempenhando as funções Legislativa, de Direção, de Administração e, principalmente a função Representativa.

Representante
O presidente possui não só a prerrogativa, como o dever legal de atuar em nome da Câmara, especialmente nas atividades externas (relações que a Câmara mantém, por exemplo, com o Prefeito).

Função Legislativa
O presidente da Câmara exerce a função Legislativa quando atua orientando a elaboração das leis, seja dirigindo os trabalhos da casa, presidindo o Plenário, seja dando voto de desempate nas deliberações. Ao presidente cabe a tarefa de promulgação das Leis, Decretos Legislativos, Resoluções, nos termos da Lei Orgânica Municipal e do Regimento Interno da Câmara.

Função Administrativa
É a que o presidente exerce no sentido de imprimir organização aos serviços da Câmara. São também Funções Administrativas todas aquelas que se relacionam com a expedição de Atos Executivos que devem ser praticados pelo próprio Legislativo. Outra importante atividade do presidente da Câmara Municipal é a de dar posse ao prefeito, vice-prefeito e vereadores que assumem o mandato no decorrer de uma legislatura, podendo declarar vaga ou extinção, quando o caso.

Deixe seu comentário

Continue Lendo

POPULARES