Connect with us

Destaques

O que acontece com o corpo da mulher quando entra na menopausa

Conversar com outras mulheres é importante na transição da menopausa

Conversar com outras mulheres é importante na transição da menopausa

Getty Images/BBC

A menopausa acontece quando a menstruação de uma mulher para e ela não pode mais ficar grávida naturalmente – mas o que mais acontece com seu corpo, e por quê?

Trata-se de um processo natural do envelhecimento, que normalmente ocorre na faixa dos 45 aos 55 anos, mas que também pode ser provocado por cirurgias para remover os ovários ou o útero (histerectomia).

No Reino Unido, a idade média da menopausa é 51 anos; no Brasil, um dos estudos mais completos sobre o assunto, publicado em 2010 pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), calculou uma idade média de 48,1 anos.

E então, o que está por trás destas mudanças?

A menopausa é causada pela redução na produção de hormônios, especificamente o estrogênio.

Ele é crucial para todo o ciclo reprodutivo – o desenvolvimento e a liberação de um óvulo dos ovários a cada mês, e pelo processo de tornar mais espesso o revestimento do útero para recepção do óvulo fertilizado.

Com o passar dos anos, o corpo gradualmente para de produzir o estrogênio. Mas isso não ocorre da noite para o dia: pode levar anos para que esse hormônio chegue a níveis baixos.

Neste processo, o armazenamento de óvulos declina, afetando pouco a pouco a ocorrência da ovulação, menstruação e gravidez.

Ilustração mostra os ovários em destaque; estrogênio afeta todo o ciclo reprodutivo

Ilustração mostra os ovários em destaque; estrogênio afeta todo o ciclo reprodutivo

Getty Images/BBC

Qual é o impacto destas alterações hormonais?

Enorme.

O cérebro, pele, músculos e emoções são afetados pela queda dos níveis de estrogênio; ondas de calor, suores noturnos, problemas de sono, ansiedade, mau humor e perda de interesse por sexo são comuns.

Problemas na bexiga e secura vaginal também são normais durante esse período.
E muitas mulheres sentem estes sintomas muito antes da menstruação realmente parar – período chamado de perimenopausa.

Quando a produção de estrogênio para por completo, há um efeito de longo prazo nos ossos e no coração. Os ossos podem enfraquecer, aumentando o risco de fraturas, e as mulheres podem se tornar mais vulneráveis a doenças cardíacas e a derrames.

Ossos ficam mais fracos depois da menopausa, trazendo o risco de fraturas

Ossos ficam mais fracos depois da menopausa, trazendo o risco de fraturas

Getty Images/BBC

É por isso que algumas mulheres recebem a chamada terapia de reposição hormonal, ou TRH, que eleva os níveis de estrogênio e ajuda a aliviar os sintomas.
Mas nem todas as mulheres passam por estes sintomas. Eles também podem variar em sua gravidade e duração – de alguns meses a vários anos.

O que causa as ondas de calor?

A falta de estrogênio. Ele está envolvido também no controle da temperatura do corpo no cérebro.

Quando este hormônio está em falta, o “termostato” fica instável e o cérebro pensa que o corpo está superaquecendo – quando não está.

O estrogênio afeta o humor também?

Sim, pode acontecer.

O hormônio interage com substâncias químicas em receptores cerebrais que controlam o humor. Em níveis baixos, pode causar ansiedade e mau humor.

A falta de estrogênio também pode afetar a pele, fazendo com que ela fique seca ou dando a sensação como se insetos estivessem rastejando sob a pele.

O estrogênio também afeta o controle da temperatura do corpo no cérebro

O estrogênio também afeta o controle da temperatura do corpo no cérebro

Getty Images/BBC

Há outros hormônios envolvidos na menopausa?

Sim, a progesterona e a testosterona – mas eles não têm o mesmo impacto que os baixos níveis de estrogênio.

A progesterona ajuda a preparar o corpo para a gravidez a cada mês, e diminui quando a menstruação para.

A testosterona, que as mulheres produzem em níveis baixos, tem sido associada ao desejo sexual e aos níveis de energia. Ela declina a partir dos 30 anos, e apenas um pequeno número de mulheres precisa dela em níveis altos.

Como saber se você está passando por esse processo?

É possível fazer um exame de sangue para medir os níveis de um hormônio chamado FSH (hormônio folículo-estimulante) – mas os resultados podem não ser muito precisos, especialmente na idade por volta de 45 anos.

Especialistas dizem que os níveis do hormônio sobem e descem o tempo todo, mesmo ao longo de um dia, então há sempre um risco de o teste ser impreciso.

A melhor maneira de fazer esse diagnóstico é conversar com um clínico geral ou um profissional de enfermagem sobre o padrão de sua menstruação e quaisquer sintomas que você esteja experimentando.

É bom saber quais sintomas observar – sentir-se irritadiça ou com o “astral” baixo pesa tanto quanto os calores e suores noturnos.

Alterações na menstruação, como quando ela torna-se mais intensa ou irregular, são um dos primeiros sinais da menopausa se aproximando.

Mas você só terá certeza de ter chegado à menopausa quando tiver ficado um ano sem menstruar.

E então?

Os níveis de estrogênio no corpo não se recuperam após a menopausa.

Com o aumento da expectativa de vida, as mulheres estão vivendo mais de um terço de suas vidas com deficiência de estrogênio.

Mas não há motivo para ficar intimidada, diz a ginecologista Heather Currie, especialista em menopausa e ex-presidente da Sociedade Britânica da Menopausa.

“As mulheres continuam a trabalhar mais tarde na vida, elas ainda aparentam incríveis. A imagem da menopausa está mudando”.

Seu conselho: “Se você for afetada, visite um médico e leve informações”.

“As mulheres devem saber quais sintomas devem ser observados”.

Ela diz que há muito apoio e informação para ajudar as mulheres a lidar com as mudanças físicas e emocionais que a menopausa traz.

Hoje, a terapia de reposição hormonal é vista como o tratamento mais eficaz disponível para os sintomas da menopausa.

Ela pode causar efeitos colaterais, e houve incertezas sobre a sua segurança a longo prazo.

Mas há evidências de que “os benefícios da TRH superam os riscos”, diz Currie.

Conversar com outras mulheres passando pela menopausa e compartilhar relatos dos mesmos sintomas também é uma ajuda real, acrescenta.

E a menopausa é outra boa razão para as mulheres levarem um estilo de vida saudável, como:

– ter uma dieta equilibrada, pobre em gordura e rica em cálcio para fortalecer os ossos e proteger o coração;
– praticar exercícios regularmente, reduzindo a ansiedade e o estresse;
– parar de fumar, prevenindo doenças cardíacas e ondas de calor;
– não beber muito, reduzindo também as ondas de calor.

Deixe seu comentário

Continue Lendo
Publicidade

Destaques

Museu da Imagem e do Som realiza duas oficinas gratuitas de animação em Votuporanga

Os encontros são voltados para crianças a partir de 7 anos; e acontece na quinta-feira (18/07), em dois horários, às 8h e às 14h

A próxima quinta-feira (18/07) será de muita animação para crianças a partir de 7 anos. O Museu da Imagem e do Som (Pontos MIS) em parceria com a Prefeitura de Votuporanga, por meio da Secretaria da Cultura e Turismo, realizará duas oficinas de animação com Marta Russo. Serão disponibilizadas 20 vagas para cada, uma no período da manhã e outra, diferente, no período da tarde. A participação é gratuita. 

A primeira oficina acontece das 8h às 12h, com o tema: “Ligados em Animação!”. Durante as atividades, os participantes vão aprender utilizar o celular para produzir filmes com a técnica do stop motion. Depois da criação dos roteiros e storyboard é hora de confeccionar os personagens em massa de modelar para, então, “dar vida” a esses personagens fotografando e movimentando quadro a quadro.

Para isso, serão utilizados aplicativos gratuitos que possibilitam a edição de som, das imagens e o compartilhamento dos filmes. A segunda, das 14h às 18h, intitulada “Luz, Câmera, Papel e Animação!”, é uma oficina de animação 2D, também conhecida como “cut out” ou de recorte. Será realizado um filme de animação stop motion (quadro a quadro) utilizando papel, revistas e fotos para confecção de personagens, adereços, planos e cenários. Os participantes aprenderão sobre os princípios básicos da animação através da exibição de brinquedos ópticos e vivenciarão todas as etapas da produção de um filme de animação desde storyboard, criação de roteiros e de personagens, captação de imagem (movimento) e edição.

As oficinas serão no Centro de Cultura e Turismo, localizado no Parque da Cultura, na Avenida Francisco Ramalho de Mendonça, 3112, Jardim Alvorada. As inscrições podem ser feitas antecipadamente, no mesmo local, ou pelo telefone (17) 3405-9670 (ramal 208). 

Marta Russo

A oficineira Marta Russo é formada em Artes Visuais e pós-graduada em Educomunicação na ECA – USP. É produtora e educadora da Matiz Filmes Produções desde 2001 e coordena oficinas de animação stop motion em escolas, unidades do Sesc, casas de cultura e Organizações Não Governamentais (ONGs). É também produtora e relações públicas da Maurício de Sousa Produções e atuou em escolas, ensinando sobre desenho animado e histórias em quadrinho. Como redatora, colaborou na revista Sítio do Picapau, da Editora Globo, e também produziu curta-metragens, filmes publicitários e programas educativos para a TV. Atua ainda como professora da disciplina Meios e Comunicação em uma escola particular da cidade de São Paulo e na ONG Projeto Criador.

Deixe seu comentário

Continue Lendo

Destaques

Policial militar da região é assassinado na capital

FÁBIO JÚNIOR LISBOA QUE ESTAVA DE FOLGA, TENTOU PRENDER DOIS CRIMINOSOS QUE ASSALTAVAM UM BAR NO CAPÃO REDONDO, NA ZONA SUL DE SÃO PAULO, QUANDO FOI ALVEJADO NAS COSTAS. 

Na noite de ontem (16), o policial militar Fábio Júnior Lisboa, 33 anos, nascido em Santa Rita D`Oeste/SP, foi assassinado enquanto tentava prender dois criminosos que assaltavam um bar, no bairro Capão Redondo, zona sul de São Paulo. 

De acordo com informações, os dois bandidos entraram no bar, renderam clientes e funcionários e exigiram entrega de celulares, joias e dinheiro. Fábio, que estava de folga, percebeu o assalto quando chegava no estabelecimento. 

Ao tentar prender os criminosos, houve troca de tiros e o policial acabou sendo atingido por dois tiros nas costas. Os ladrões fugiram depois do policial cair no chão. Fábio chegou a ser encaminhado para o pronto-socorro em M’Boi Mirim, mas não resistiu a gravidade dos ferimentos e morreu. 

O caso será investigado pelo 47º Distrito Policial, no Capão Redondo. Fábio deixa mulher grávida e um filho de 16 anos. 

Fonte: Votunews

Deixe seu comentário

Continue Lendo

Destaques

Congresso de Educação terá minicursos na Cidade Universitária

Encontros são ministrados por profissionais reconhecidos nacional e internacionalmente e abrangem diversos temas

 

Entre os momentos mais aguardados pelos cerca de 2,2 mil educadores participantes do 6º CIENP – Congresso Internacional de Educação do Noroeste Paulista estão as oficinas ministradas por profissionais de todo o país das mais diversas áreas. Até esta sexta-feira, 60 minicursos estão sendo oferecidos na Cidade Universitária da Unifev, além de palestras no Centro de Eventos “Valério Giamatei” (Ilha do Pescador).

 

A partir do tema central “Competências Socioemocionais e os Processos Educativos para o Século XXI”, os encontros práticos abordarão áreas como Competências Socioemocionais, Inovação e Tecnologia, Metodologias Educacionais, Ensino-aprendizagem, Educação Especial, Gestão Educacional, Desenvolvimento Infantil, Ludicidade, Profissão Docente, Arte, Ciências da Natureza, Ciências Humanas, Matemática, Currículo, Educação Infantil, Literatura e Língua Inglesa.

 

 “Nossos educadores começaram esse encontro já na tarde desta quarta-feira e seguem nesta atividade até sexta. No total, cada um participará de três oficinas. As temáticas são atuais e apresentadas por realidades que eles vivenciam em sala de aula, por isso são tão importantes e agregam valor no processo de ensino-aprendizagem”, comentou Ederson Marcelo Batista, coordenador executivo do ADE Noroeste Paulista – Arranjo de Desenvolvimento da Educação.

 

6º CIENP

 

Este ano, o CIENP, que começou nesta quarta-feira (17/7) e segue com programação até sexta-feira (19/7), tem como tema “Competências Socioemocionais e os Processos Educativos para o Século XXI”, com palestras com Leandro Karnal, Nino Paixão, Fernando Moraes e Luciana Brites, no Centro de Eventos Valério Giamatei (Ilha do Pescador). A programação também inclui oficinas/minicursos na Cidade Universitária da Unifev. O encerramento da programação será com o musical circense “O Rei do Show”.

 

O CIENP, idealizado pelo ADE Noroeste Paulista, é organizado em parceria com a Unifev, o IFSP de Votuporanga e a AMA – Associação dos Municípios da Araraquarense, com o apoio da SOMOS, Editora Moderna, Starb, NeuroSaber, Undime SP, Oficina Municipal, Cenpec, Senac Votuporanga, Método Uniformes, Tenda Digital, Fábrica de Produtos, Pé com Pé, Boquinhas, Faperp, FATD Consultoria, Senac, Aport, Cern Coaching & Mentoring, Brick Solutions, Piraporiando, Plataforma Um, Programa Semente, Editora Pindorama, Arth Móveis e CIEE.

Deixe seu comentário

Continue Lendo

POPULARES

Copyright © 2019 FOLHAR.COM.BR