Connect with us

Manchete

Mais de 70 Adolescentes em tratamento contra o câncer celebram a vida no baile de debutantes no hospital do amor em Barretos

Meninos e meninas do hospital de Barretos, estarão participando do grande evento social que acontece nos dias 23 e 23 de julho, com atrações e personalidades de várias regiões do País. A ação faz parte do projeto Fadas Madrinhas

Como tradição, o Baile de Debutantes do projeto social Fadas Madrinhas, vai reunir grandes atrações artísticas e personalidades para uma programação especial destinada a adolescentes com idade entre 14 e 16 anos que sonham debutar em uma grande festa.

 

O projeto é uma produção independente, de iniciativa privada e sem fins lucrativos, da empresária Liliane Barros Marty Caron, que há mais de 20 anos vem realizando sonhos de adolescentes de todo Brasil. Em sua oitava edição – esta sendo a quarta que será realizada no Hospital do Amor – a empresária declara todo o seu carinho e admiração ao trabalho realizado pelo hospital, que é considerado referência no tratamento e prevenção do Câncer na América Latina.

 

Para este ano, mesmo morando atualmente no Principado de Andorra, Liliane não abandonou o projeto e já anuncia a programação desta edição do baile, que acontece em Barretos, interior de São Paulo, entre os dias 23 e 24 de julho, com participação recorde de 70 adolescentes, todos pacientes do Hospital e residentes de diferentes regiões do Brasil.

 

No dia 23 acontece a festa de boas vindas com um jantar de confraternização entre os debutantes, seus acompanhantes – todos participam acompanhados de um responsável, maior de idade, e seus padrinhos – apoiadores do projeto que contribuem de diferentes formas para a realização do evento. Para esta noite, a dupla estrelada do Youtube Lu e Robertinho promete animar os convidados com muito mash-ups, uma mistura hits internacionais à moda sertaneja.

 

O grande baile acontece no dia 24, no Centro de Eventos Doutor Paulo Prata com decór de Roni Vieira e cerimonial de Suzana Freire e Ana Araújo. Para vestir os debutantes, participação especial do estilista Marco Castioni e coroas de Miguel Arcade para as princesas. O buffet fica a cargo de Danilo Borges, com drinks – incluindo sem álcool – da Flairs Bartenders, doces de Marina Magalhães e bolo de Andréia Fernandes Costa e Dona Baunilha.

 

Para abrilhantar ainda mais a festa, o evento já revela a  presença de alguns artistas e personalidades como Paulo Dalagnoli, Carla Prata, Danny Pink, as duplas Pedro Paulo a Alex, e Augusto e Atílio, os influencers Gustavo e Tulio Rocha e da estilista Martha Medeiros,  entre outros. O som ficará por conta do DJ Guga Guizelini e um super show surpresa com cantor fenômeno da atualidade.  Liliane explica que um dos pontos mais especiais do baile é aproximar os adolescentes dos artistas de sucesso, “eles vibram”.

 

Em edições anteriores, já participaram do projeto artistas como Rodrigo Simas, Felipe Simas, Fiuk, Dj Dennis, Victor Pecoraro, Ligia Mendes, Alex Mapeli, Henrique e Diego, Gustavo Mioto, Cat Dealears, MakeUSweet, Marcos Pitombo, Breno e Caio Cesar, Augusto e Atílio, Dj Pedro Sampaio e Diogo Nogueira, entre outros, com destaque para o ator Paulo Delagnoli que participou do projeto desde a sua primeira edição, sempre como Príncipe, acompanhando as debutantes em sua primeira valsa.

 

Sobre o projeto

 

O projeto Fadas Madrinhas é uma produção independente, de iniciativa privada e sem fins lucrativos, da empresária Liliane Barros Marty Caron, que realiza há mais de 20 anos o sonho de adolescentes de todo Brasil. A missão do Projeto Fadas Madrinhas ė realizar sonhos de jovens com historias de vida marcantes, sem condições de realizar com recursos próprios ou familiares, o desejo de ter uma grande festa de debutantes.

 

Todo o projeto, que já impactou a vida de mais de 500 adolescentes, é mantido através de ações solidárias como jantares, bazares, rifas e apoio de amigos, voluntários e simpatizantes à causa.

 

O projeto chega a receber mais de cinco mil cartas por ano, e a dura tarefa tem sido escolher, entre tantas histórias, quais as selecionadas. Praticamente, em todas as cartas, os jovens falam da importância de não desistirem dos próprios sonhos, apesar de demonstrarem todas as dificuldades do seu dia a dia e a luta pela superação. 

 

Informações sobre edições anteriores ou sobre como apoiar o projeto Fadas Madrinhas podem ser obtidas acessando o site: www.projetofadasmadrinhas.com.br

Fanpage: Baile de Debutantes #projetofadasmadrinhas ou pelo Instagram: @fadas_madrinhas .

Deixe seu comentário

Manchete

MP da Liberdade Econômica permite que bancos abram aos sábados

Medida Provisória foi aprovada no Senado nesta quarta-feira (21). Texto também derrubou autorização para trabalho aos domingos e feriados

texto da MP da Liberdade Econômica aprovado na quarta-feira (21), no Senado, preservou os pontos originais da Medida Provisória enviada pelo governo, como o fim da necessidade de licenças e alvarás para negócios de baixo risco, e a proibição do “abuso regulatório”, como a criação de regras para leis para reserva de mercado ou controle de preço. A MP (Medida Provisória) também permite que bancos abram aos sábados.

Permaneceram ainda a previsão de que o eSocial será substituído por outro programa em até 120 dias e a criação da carteira de trabalho eletrônica.

Trabalho aos domingos

O Senado derrubou a autorização para o trabalho aos domingos e feriados. Essa permissão, que havia sido aprovada na Câmara, era defendida pelo governo, mas causou polêmica no Senado.

Como a MP perderia a validade na próxima terça-feira (27), se não fosse votada, o governo preferiu recuar e concordar com a retirada da autorização de trabalho aos domingos para garantir a votação a tempo.

O artigo foi considerado um “jabuti”, ou uma matéria estranha à medida, e retirado do texto aprovado sem novas alterações, o que evitou que a medida tivesse que ser novamente analisada pela Câmara.

Projeto de lei

O governo, no entanto, deve enviar um projeto de lei retomando a autorização de trabalho nesses dias, assim como outros pontos que ficaram de fora do texto final aprovado.

 
Como mostrou o Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado) na semana passada, ainda na votação da Câmara, parlamentares e a equipe econômica já costuravam um “projeto das sobras”, com pontos que foram retirados, como a previsão para que quem ganha mais do que R$ 30 mil não esteja mais protegido pela legislação trabalhista.

“A votação da MP da Liberdade Econômica é boa, mas não foi o ideal”, disse o secretário de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho.

O texto aprovado na Câmara autorizava o trabalho aos domingos e feriados irrestritamente e previa uma folga aos domingos por mês. Hoje, o trabalho aos domingos depende de acordos e convenções de cada categoria. No comércio, por exemplo, há em algumas localidades permissão para o trabalho, desde que haja uma folga a cada três domingos.

Com o risco de perda da validade da MP, os parlamentares governistas trabalharam ontem durante todo o dia para que fosse aprovado o texto conforme veio da Câmara, que ratificou a medida na semana passada.

No plenário, os senadores reclamavam do pouco tempo para analisar a medida e de que a Casa acaba funcionando como “carimbador” de medidas.

A relatora do projeto no Senado, Soraya Thronicke (PSL-MS) disse que o próprio Senado tinha parcela de culpa por ter demorado a indicar senadores para compor a comissão especial que analisou a medida. “É um projeto de Estado, não do presidente Jair Bolsonaro”, apelou.

Além do trabalho aos domingos, a movimentação de representantes de cartórios também levou a discussões sobre a retirada do texto aprovado na Câmara da previsão de que o registro de regulamentos de fundos de investimento não precisa mais ser feito em cartórios, valendo apenas o registro da CVM (Comissão de Valores Mobiliários). Esse trecho foi mantido e aprovado.

De acordo com dados da equipe econômica, isso é importante para reduzir os custos de investimento no Brasil, já que o custo de registro de regulamentos é significativo para o mercado brasileiro, que despende anualmente R$ 3,8 milhões na constituição de fundos.

 

Deixe seu comentário

Continue Lendo

Manchete

Ainda há vagas para o curso Confeccionista de Patchwork da Prefeitura de Votuporanga

Senac e CTMO informam que ainda restam vagas para o curso, que começa no dia 26 de agosto, com aulas no período noturno, quatro vezes por semana

A Prefeitura de Votuporanga, por meio do Centro de Treinamento de Mão de Obra “Altino Regiani” (CTMO), informa que ainda restam vagas para o curso de Confeccionista de Patchwork, que tem início programado para o próximo dia 26 de agosto. “Para esta segunda turma do ano, as aulas serão ministradas no próprio CTMO, das 19 às 22h, de segunda a quinta-feira, com previsão de encerramento para a primeira quinzena de novembro”, relata o diretor do CTMO, José Carlos Leme de Oliveira.

“O patchwork é uma forma de confecção de peças manuais que se tornou bastante popular, uma vez que, utilizando retalhos de tecidos, a técnica permite aos alunos criar toalhas de mesa, bolsas e muitos outros itens, o que acaba transformando o patchwork em um hobby altamente rentável e desafiador da criatividade”, assinala o diretor da Unidade vinculada à Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico. 

O curso e as inscrições são totalmente gratuitos, por meio da parceria entre a Prefeitura de Votuporanga e o Senac. A idade mínima é de 16 anos e a escolaridade exigida é o ensino fundamental 2 incompleto. 

As inscrições devem ser feitas somente no Senac, localizado na rua Guaporé, nº 3221, no bairro Santa Luzia, com apresentação de cópias do RG, CPF e Comprovante de Escolaridade. Menores de 18 anos devem ir acompanhados de um responsável. Mais informações pelo fone 3426-6700.

Deixe seu comentário

Continue Lendo

Manchete

Votuporanga sedia Semana da Diversidade no final de agosto

Evento terá discussões conduzidas pelo Coordenador Estadual de Políticas da Diversidade Sexual da Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado de São Paulo, Marcelo Gallego

Votuporanga sedia no final deste mês de agosto, nos dias 30 e 31, a Semana da Diversidade. Com apoio da Prefeitura de Votuporanga, por meio das Secretarias de Direitos Humanos, Saúde e Cultura e Turismo, a ONG Liberdade de Amar trará palestras com abordagens voltadas ao público LGBTI (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transexuais e pessoas Intersex) e aos simpatizantes. Entre os palestrantes, o evento tem presença confirmada do Coordenador Estadual de Políticas da Diversidade Sexual da Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado de São Paulo, Marcelo Gallego.

O encerramento da Semana será no domingo, 1º de setembro, com um encontro na Avenida João Gonçalves Leite, a partir das 15h.

Programação

No dia 30, o primeiro encontro será no Parque da Cultura, às 19h30, na sala Cinema Cultural, localizada no 1º piso do Centro de Cultura e Turismo “Marão Abdo Alfagali”. Na ocasião, rodas de conversas serão conduzidas pelos especialistas: Bruna Giorjiani, Murilo Martins e Rapfhaela Petkovic.

No sábado, 31 de agosto, também às 19h30, palestras serão ministradas no Centro de Convenções “Jornalista Nelson Camargo”, pela votuporanguense Angelita Toledo – Graduada em Serviço Social, especialista em Políticas Públicas e mestra em Direitos Humanos e Questão Social; e Felipa Brunelli – Assessora Política LGBT do Município de Araraquara. 

O evento contará com discussões conduzidas pelo Coordenador Estadual de Políticas da Diversidade Sexual da Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado de São Paulo, Marcelo Gallego.

A entrada é gratuita e as inscrições podem ser feitas no local. Participantes receberão certificado de participação.

Deixe seu comentário

Continue Lendo

POPULARES