Jornalistas e jogadores da região morrem em acidente aéreo

Da Redação
jornalismo@folhar.com.br

Deva Pascovici, Lilácio Pereira Junior, Sérgio Manoel e Caramelo estão entre os mortos na queda do avião que levava a delegação da Chapecoense

Dois jornalistas e dois jogadores da região noroeste paulista estão entre os passageiros que estavam no avião que transportava a delegação da Chapecoense e caiu quando se aproximava do aeroporto de Medellín, na Colômbia, na madrugada de ontem.

Entre os passageiros que têm ligação com a região estão os jornalistas Deva Pascovicci, narrador da Fox Sports, que nasceu em Monte Aprazível e é um dos sócios e diretor da rádio CBN Grandes Lagos, e Lilácio Pereira Junior, de 48 anos, que tem família em São José do Rio Preto. Os dois faziam parte da equipe de 22 profissionais da imprensa que acompanhavam a delegação do time catarinense.

Também estavam no avião os jogadores Sérgio Manoel, que tem família em Rio Preto, e o lateral Mateus Lucena dos Santos, conhecido como Caramelo, de 22 anos, que nasceu em Clementina . O lateral-direito tinha contrato com o São Paulo e estava emprestado ao time catarinense desde o ano passado. A Prefeitura de Clementina decretou luto oficial de três dias pela morte de Mateus Caramelo.

A Chapecoense iria enfrentar o Atlético Nacional, da Colômbia, pela primeira partida da final da Copa Sul-Americana, mas em função da tragédia os dois jogos foram suspensos por tempo indeterminado. A Conmebol cancelou a partida nas primeiras horas do dia e afirmou que não vai se manifestar até uma reunião no fim de dezembro.

O acidente

O avião que transportava a equipe da Chapecoense sofreu um acidente na Colômbia, por volta da 0h30 (horário de Brasília) de ontem. O voo da companhia Lamia partiu de Guarulhos, em São Paulo, às 15h15 de segunda-feira com destino ao aeroporto José María Córdova, em Medellín, na Colômbia.

A cerca de 30 quilômetros do destino, após uma escala em Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, a aeronave com 81 pessoas caiu na localidade de Cerro Gordo no município de La Unión, no departamento de Antioquia, na Colômbia.
Segundo autoridades colombianas, há 76 mortos e cinco sobreviventes. O avião da companhia aérea Lamia decolou de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, com 81 pessoas a bordo: 72 passageiros e nove tripulantes.

Três jogadores da Chapecoense sobreviveram. Alan Ruschel, Follmann e Neto. Além deles foram resgatados vivos e estão hospitalizados um jornalista brasileiro, o narrador Rafael Henzel, e a comissária boliviana Ximena Suárez Otterburg.

O goleiro Danilo, herói da classificação da Chape para a final da competição continental, foi levado com vida para o hospital, mas de acordo com a Cruz Vermelha, não resistiu aos ferimentos e morreu.

Homenagem

Adversário da Chapecoense na final da Copa Sul-Americana, o Atlético Nacional soltou uma nota na qual solicita à Conmebol o título da competição seja entregue à equipe catarinense. Com três parágrafos, o clube colombiano mostrou solidariedade com parentes, amigos e torcedores das vítimas do acidente e pediu que a taça vá para Chapecó.
O Atlético Nacional já havia lamentado o ocorrido nas redes sociais e, inclusive, trocado o escudo do seu perfil oficial pelo da Chapecoense – todas as equipes da Série A do Brasileiro fizeram isso.

Já clubes brasileiros, como Coritiba, Corinthians, Palmeiras, Portuguesa, Santos e São Paulo, se uniram e publicaram nota oficial em conjunto para, além de manifestar pesar pela tragédia com a delegação da Chapecoense, também oferecer ajuda com empréstimo gratuito de atletas e solicitar à CBF que a equipe catarinense fique imune ao rebaixamento pelas próximas três temporadas.

Lista dos passageiro

1. Danilo (goleiro)
2. Gimenez (lateral)
3. Bruno Rangel (atacante)
4. Marcelo (zagueiro)
5. Lucas Gomes (atacante)
6. Sergio Manoel (meio-campista)
7. Filipe Machado (zagueiro)
8. Matheus Biteco (meio-campista)
9. Cleber Santana (meio-campista)
10. Alan Ruschel (lateral – sobrevivente)
11. William Thiego (zagueiro)
12. Tiaguinho (meio-campista)
13. Neto (zagueiro – sobrevivente)
14. Josimar (meio-campista)
15. Dener Assunção (lateral)
16. Gil (meio-campista)
17. Ananias (atacante)
18. Kempes (atacante)
19. Follmann (goleiro – sobrevivente)
20. Arthur Maia (meio-campista)
21. Mateus Caramelo (lateral)
22. Aílton Canela (atacante)
23. Caio Júnior (técnico)
24. Eduardo de Castro Filho, o Duca (auxiliar técnico)
25. Luiz Grohs, o Pipe (analista de desempenho)
26. Anderson Paixão (preparador físico)
27. Anderson Martins, o Boião (preparador de goleiros)
28. Dr. Marcio Koury (médico)
29. Rafael Gobbato (fisioterapeuta)
30. Cocada
31. Sergio de Jesus, o Serginho
32. Adriano
33. Cleberson Silva
34. Mauro Stumpf, o Maurinho (vice-presidente de futebol)
35. Eduardo Preuss, o Cadu Gaúcho (diretor)
36. Chinho di Domenico (supervisor)
37. Sandro Pallaoro
38. Cezinha
39. Gilberto Pace Thomas, o Giba (assessor de imprensa)
40. Nilson Folle Júnior
41. Decio Burtet Filho
42. Edir de Marco (diretor)
43. Ricardo Porto (diretor)
44. Mauro dal Bello (diretor)
45. Jandir Bordignon (diretor)
46. Dávi Barela Dávi (empresário)
47. Delfim Peixoto Filho (vice-presidente da CBF e presidente da Federação Catarinense)
48. Victorino Chermont (Fox Sports)
49. Rodrigo Santana Gonçalves (Fox Sports)
50. Deva Pascovich (Fox Sports)
51. Lilacio Júnior (Fox Sports)
52. Paulo Julio Clement (Fox Sports)
53. Mario Sergio Pontes de Paiva (Fox Sports e ex-jogador)
54. Ivan Agnoletto (rádio rádio Super Condá)
55. Guilher Marques (Globo)
56. Ari de Araújo Júnior (Globo)
57. Guilherme Laars (Globo)
58. Giovane Klein (repórter da RBS TV de Chapecó)
59. Bruno Mauro da Silva (técnico da RBS TV de Florianópolis)
60. Djalma Araújo Neto (cinegrafista da RBS TV de Florianópolis)
61. Adré Podiacki (repórter do Diário Catarinense)
62. Laion Espindula (repórter do Globo Esporte)
63. Rafael Henzel (rádio Oeste Capital – sobrevivente)
64. Renan Agnolin (rádio Oeste Capital)
65. Fernando Schardong (rádio Chapecó)
66. Edson Ebeliny (rádio Super Condá)
67. Gelson Galiotto (rádio Super Condá)
68. Douglas Dorneles (rádio Chapecó)
69. Jacir Biavatti (comentarista RIC TV e Vang FM)
70. Miguel Quiroga (piloto)
71. Ovar Goytia
72. Sisy Arias
73. Romel Vacaflores (assistente de voo)
74. Ximena Suarez (aeromoça – sobrevivente)
75. Alex Quispe
76. Gustavo Encina
77. Erwin Tumiri (técnico da aeronave – sobrevivente)
78. Angel Lugo

Similar Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

%d bloggers like this: