Destaques

Professores participam de formação sobre poesia além dos livros em votuporanga

Foto Assessoria de Comunicação

Parceria entre Unifev e Secretaria da Cultura e Turismo capacita docentes para estimular alunos a participarem de concurso que terá premiação durante o Fliv

É no ambiente escolar que se aprende a ler e escrever, no entanto, nas escolas municipais da Prefeitura de Votuporanga os professores estão focados em despertar nos alunos algo maior que isso. Nesta terça-feira (15/5), cerca de 450 professores participaram de uma capacitação com o coordenador do Centro de Apoio ao Escritor (CAE) do museu Casa das Rosas (SP), Reynaldo Damazio, que teve como objetivo aprimorar técnicas e desenvolver nas crianças e adolescentes o prazer em ler livros e histórias.

A iniciativa da formação foi do curso de Letras da Unifev – Centro Universitário de Votuporanga, em parceria com a Prefeitura de Votuporanga, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo, e Diretoria de Ensino da Região de Votuporanga. O encontro, destinado aos professores das redes estadual, municipal e particular, ocorre em três períodos, manhã, tarde e noite, para facilitar a participação dos profissionais. “Para os professores da rede municipal de Votuporanga, esta capacitação integrou a grade de formação do PNAIC (Programa Nacional de Alfabetização na Idade Certa) com o objetivo de entusiasmar os docentes e aprimorar a prática didático pedagógica executada nas Unidades Escolares Municipais com a finalidade de prestigiar e fomentar o prazer pela leitura em nossos alunos”, disse a Secretária da Educação de Votuporanga, Encarnação Manzano.

Na oportunidade, Damazio, que também é editor, crítico literário e gestor cultural, abordou o tema Poesia além dos livros em relação com outras linguagens e mídias. De acordo com a secretária de Cultura e Turismo, Silvia Brandão Cuenca Stipp, que também é docente da UNIFEV, a atividade teve o objetivo de proporcionar aos professores conhecimentos relacionados à construção de uma hiperpoesia, isto é, forma textual que alia poesia a outras tecnologias, como a música e o vídeo.

Segundo o coordenador do curso de Letras da UNIFEV, Prof. Me. Paulo Rogério Ferrarezi, esta é a primeira etapa de um projeto grandioso, que culminará na realização do 1º Concurso Literário de Poesia Virtual, Visual e Hiperpoesia. “O intuito é que os professores incentivem os seus alunos (Ensino Fundamental I ao Médio) a produzirem trabalhos inéditos, que não sejam textos convencionais, sobre a importância do tema Direitos Humanos. A premiação dos ganhadores ocorrerá durante a oitava edição do Festival Literário de Votuporanga (FLIV). Em breve, teremos mais informações”, completou.

Sobre o palestrante

Reynaldo Damazio é editor, crítico literário, gestor cultural e escritor – dentre suas obras, estão “O que é criança”, “Poesia, linguagem”, “Nu entre nuvens”, “Horas perplexas” e “Com os dentes na esquina”. Atua como coordenador do Centro de Apoio ao Escritor (CAE) do museu Casa das Rosas. Formado em sociologia pela USP, especializado em Propaganda e Marketing (ESPM) e em Gestão e Políticas Culturais (Itaú Cultural), foi coeditor do Caderno de Leitura da Edusp – Editora da Universidade de São Paulo e colaborador do guia mensal de livros, CDs e DVDs do jornal Folha de S. Paulo e das revistas Cult, Mente e Cérebro, Arte Brasileiros e Nossa América.

Deixe seu comentário