Destaques

Cervejas e vinhos devem alavancar vendas nos supermercados no Dia dos Pais

Associação Paulista dos Supermercados prevê crescimento de vendas para a data de 1,5% em relação ao ano anterior

Apesar de ser uma data comemorada pelas famílias brasileiras, o Dia dos Pais não está entre as principais quando se trata de vendas nos supermercados. Porém, este ano o cenário parece ser um pouco diferente, tanto que a Associação Paulista de Supermercados (APAS) espera crescimento de 1,5% nas vendas em relação ao mesmo período do ano passado.

“O Dia dos Pais chega em um momento após duas situações que consumiram parte dos recursos de lazer das famílias: a Copa do Mundo as férias de julho. Além disso, a retomada do emprego formal foi freada devido à greve dos caminhoneiros. Por esses motivos, o consumo tende a cair nos mais variados canais do varejo e, assim, a projeção de crescimento nas vendas dos supermercados é uma boa notícia”, explicou Thiago Berka, economista da APAS.

Para os supermercados, as vendas para o Dia dos Pais envolvem principalmente produtos ligados a um almoço especial com massas e carnes para churrasco. Porém, agora, os supermercados também são usados como um canal em que podem ser comprados presentes, como cervejas importadas ou artesanais e os vinhos. Como as bebidas alcoólicas estão com deflação no acumulado de 2018, com queda de 3,01%, esses produtos podem ser atrativos para a criação de ofertas e alavancar as vendas.

“Nos últimos anos, o varejo e a indústria têm se unido para a venda de kits e multipacks para aumentar mais as vendas. Nos supermercados o mais comum é o uso de kits churrascos e kits de bebidas alcóolicas. Além disso, de acordo com a ocasião, são feitas combinações entre categorias como cervejas artesanais ou especiais, mais carne ou petiscos, ou por exemplo vinhos mais queijos especiais. Outros tipos de kits envolvem equipamentos ou materiais, como vinho com abridor e cerveja com taça, que garantem presentes com valor agregado maior e facilitam a vida dos filhos”, comentou Berka.

 

Tipo

Índice de Preços dos Supermercados (IPS)

Acumulado jul/17

Acumulado jul/18

Últimos 12 meses

Índice Geral

-0,54%

3,18%

1,35%

Bebidas

 

 

 

CERVEJA

-0,24%

-2,26%

0,33%

AGUARDENTE

-2,66%

-0,02%

2,94%

VINHO

3,04%

2,58%

-0,71%

CHAMPANHE

4,09%

1,87%

-1,20%

VODKA

0,81%

0,36%

1,21%

Derivados de Carne (petiscos)

-0,26%

3,50%

-3,97%

Carnes Bovinas

1,04%

5,46%

4,01%

Picanha

-3,18%

-0,73%

10,32%

Fraldinha

-1,03%

0,79%

7,18%

Fonte: Inflação dos Supermercados (IPS) APAS/FIPE

A comunicação e a montagem da loja são outro ponto importante para mostrar aos clientes que os supermercados são muito mais do que o local de compra de produtos básicos. “Supermercados ainda não são vistos como fonte de presentes, porém, podem garantir maior número de vendas, principalmente porque este é um ano em que bares e restaurantes vêm sofrendo devido aos cortes em gastos de lazer das famílias brasileiras”, avaliou o economista da APAS.

Crescimento da área de Rotisserie

A Rotisserie é uma seção que os supermercados estão apostando nos últimos anos, investindo em espaços mais atrativos, pratos bem elaborados e nutritivos. Com isso, o segmento vem desempenhando um bom papel e contribuindo para o faturamento das lojas.

“A cada ano as ações especiais nos supermercados aumentam durante datas festivas, abrindo mais uma oportunidade para competir com canais como restaurantes e entregas em domicílio. Entre as iniciativas estão as sugestões de cardápio para facilitar a decisão de filhos e cônjugues envolvendo várias opções de assados tradicionais (bovino, aves, peixes), saladas e massas prontas”, comentou o economista da APAS.

 

 

Deixe seu comentário

  • Estar-Bem-logo.png
  • alecrim1.png
  • assine-folha.jpg