Blog do Alexandre

Após fiasco, FISAV deve ter dificuldades para festa em 2018

Após o fracasso dos resultados financeiros do 1º Fisav Rodeio Show confirmado pelo atual presidente do Fundo das Instituições Sociais Associadas de Votuporanga (FISAV), José Carlos Rosa, ao Jornal A Cidade, fica evidente que a instituição terá dificuldades para realizar uma festa de grande porte em 2018.

Segundo informações passadas por José Carlos, o evento de 2017 deu um prejuízo de R$207 mil reais. A Folha Regional esteve presente no evento e abaixo enumero três percepções que tive da organização e que podem explicar um pouco o prejuízo:

1) Grade shows caras: Na época, foi anunciada na imprensa que a grade de shows tinha ficado aproximadamente em R$700 mil reais. Mesmo com cantores de renome e conhecidos do público, é cada vez mais evidente que apenas isso não é um fator exclusivo para a “venda” do ingresso. Em um ano de crise político-nacional, como 2017, e cada vez mais o brasileiro tendo que pagar a “conta”, desembolsar R$50 (por pessoa, imagine uma família de quatro integrantes), estava evidente que alguma promoção deveria ter sido programada, mesmo após a venda das permanentes. 

2) Clima (frio) e local: A festa foi realizada em agosto e alguns dias do evento estava um “frio de rachar”. Isso é péssimo. Além de caro, encarar o frio para ver o seu artista predileto? Este definitivamente não é um programa para os mais frientos. Mudar o mês da festa seria um fator de se pensar para 2018. Outra questão é o local do evento que foi muito criticado nas redes sociais, muitos consideram “longe” da cidade e sem a estrutura adequada.

3) Parcerias e Marketing Profissional: Parcerias com TODAS as mídias locais e regionais é de extrema importância para eventos de grande porte. Privilegiar um ou dois veículos de comunicação, com aconteceu em 2017, foi um erro de amadores. Erro este que alguns continuam cometendo em Votuporanga. Deixe eu te dar uma aula básica de marketing profissional: existe um negócio chamado “remarketing” onde uma mídia gera resultados em outra.  O Google utiliza muito esta técnica para os seus anunciantes. Você já percebeu que ao pesquisar algum produto e acessar uma loja virtual, logo depois, visitando outros sites ou a rede social Facebook você vê exatamente “banners” daquele produto ou loja que você entrou? Isso não é mágica, isso é remarketing, e as grandes “mentes” sabem disso. Eu utilizo remarketing nas campanhas de alguns clientes da minha agência e os resultados são expressivos, mesmo anunciando em sites pequenos ou redes sociais não pouco usuais na nossa região, como o Twiiter ou o Waze. 

Para mim, o Sr. José Carlos Rosa já começou mal. Ao invés de convocar uma coletiva de imprensa e anunciar o resultado do 1º Fisav Rodeio Show para todos os representantes da informação da cidade, preferiu se pronunciar para apenas um jornal. Boa sorte e que 2018 possamos comemorar resultados positivos para as entidades de Votuporanga e não amargar o choro do prejuízo financeiro.

Deixe seu comentário


Recomendado para você

Sobre o Autor

Alexandre Ferreira

Alexandre Ferreira

Jornalista e professor, também é formado em Gestão Pública pelo IFSC (Instituo Federal de Santa Catarina). Escreve sobre política e acontecimentos da cidade e região.

  • assine-folha.jpg
  • Estar-Bem-logo.png
  • alecrim1.png