Brasil bate recorde de medalhas e fecha Pan em 2º após 56 anos | Folha Regional
Ligue-se a nós

Folha Esporte

Brasil bate recorde de medalhas e fecha Pan em 2º após 56 anos

Campanha brasileira na competição continental foi histórica, com direito a 55 medalhas de ouro, 45 de prata e ainda 71 de bronze

A delegação brasileira enviada para competir nos Jogos Pan-Americanos deixam a cidade de Lima com a melhor participação da história na competição continental. Com 55 ouros, 45 pratas e 71 bronzes, o Brasil superou o número de medalhas conquistadas nos Jogos do Rio de Janeiro e voltou a figurar na segunda colocação geral do quadro de medalhas após 56 anos.

A última vez em que o Brasil terminou o Pan-Americano atrás apenas dos Estados Unidos foi nos Jogos de São Paulo, disputados em 1963. Na ocasião, a delegação nacional somou 52 medalhas, sendo 14 de ouro, 20 de prata e 18 de bronze.

Até a competição em Lima, era também em território nacional, nos Jogos do Rio de Janeiro, que o Brasil havia acumulado o maior número de medalhas: 157, com 52 ouros. A quantidade de idas ao lugar mais alto do pódio foi superada pelo nadador Guilherme Costa nos 1.500 metros livres.

PUBLICIDADE

Dos 486 atletas da delegação brasileira, 236 (48,5%) deixam a capital peruana com ao menos uma medalha no peito, sendo 133 homens e 103 mulheres.

Além dos resultados positivos, o Brasil volta para casa com nove vagas diretas conquistadas para as Olimpíadas do ano que vem. Garantiram a ida às competições em Tóquio o handebol feminino e as equipes de hipismo (adestramento, cross-country e saltos).

As vagas individuais foram garantidas pela pentatleta Maria Iêda Guimarães, pelo tenista João Menezes e pelo mesatenista Hugo Calderano. Também estão confirmados na capital japonesa dois velejadores da classe 49er e um brasileiro do tiro com arco.

retorno ao segundo lugar do quadro de medalhas e a obtenção do maior número possível de vagas para as Olimpíadas de Tóquio eram duas das metas do COB (Comitê Olímpico Brasileiro) para os Jogos Pan-Americanos.

“Objetivos foram alcançados”, diz COB sobre atuação do Brasil no Pan

“Consideramos que os objetivos foram alcançados. O sarrafo para os Jogos de Santiago 2023 subiu”, afirmou o chefe de missão do Brasil na Lima 2019.

PUBLICIDADE

“Nosso objetivo foi consolidado para manter o Brasil em uma posição de destaque nas Américas”, observou o subchefe de missão do Brasil, Jorge Bichara. Ele ainda destaca que os comandantes do esporte brasileiro chegaram a Lima em busca de melhores resultados no atletismo, na natação e na vela.

De acordo com Bichara, a meta específica também foi atingida com as 30 medalhas conquistadas pelos nadadores, as nove obtidas pelos velejadores e os 16 lugares no pódio conquistadas pelos esportistas do atletismo.

Fonte: R7

 

Deixe seu comentário

PUBLICIDADE

Publicidade

Folha Esporte

Nadador de Votuporanga é medalhista em Brasileiro do RS

Heitor Napolitano Reis Fonseca, 14 anos, medalha de prata nos 400m medley infantil

O Campeonato Brasileiro Infantil, que é disputado no Clube Náutico União de Porto Alegre-RS neste domingo (24) marca um momento especial para a natação votuporanguense. Foi na competição que pela primeira vez na história um nadador do Centro de Formação Esportiva de Natação de Votuporanga conquistou medalhas em um campeonato brasileiro de natação convencional.

O nadador Heitor Napolitano Reis Fonseca, 14 anos, ficou com a medalha de prata nos 400m medley infantil 2 com o tempo de 4 minutos, 48 segundos e 95 centésimos. Ele também levou a prata nos 200m borboleta infantil 2, marcando 2 minutos, 10 segundos e 60 centésimos. As provas foram disputadas nesta quinta-feira (21).

O coordenador do Centro de Formação, Luiz Augusto da Silva Garcia, o Xaninho, destacou que Heitor vem apresentando gradativamente bons resultados, que agora culminaram nessa participação no Brasileiro. “Novamente colhemos bons frutos, desta vez colocando um nadador do Centro de Formação no cenário nacional, o que mostra o bom trabalho desenvolvido. Estamos muito felizes com mais essa conquista, que é do Heitor, mas também de toda uma equipe e de todo um trabalho realizado em conjunto”, destacou. Há duas semanas, o atleta havia conquistado a medalha de ouro nos 400m medley no Campeonato Paulista Infantil, em Guaratinguetá.

Heitor é um atleta que se desenvolveu nas categorias de base do Centro de Formação, portanto é símbolo de uma geração vitoriosa que começou a trabalhar na base e hoje conquista um resultado importantíssimo em uma competição de nível nacional.

O Centro de Formação Esportiva de Natação de Votuporanga é fruto de uma parceria entre a Prefeitura de Votuporanga, Governo do Estado de São Paulo e Secretaria Estadual de Esportes, Lazer e Juventude.

Deixe seu comentário

PUBLICIDADE

Continue Lendo

Folha Esporte

Caratecas de Votuporanga conquistam 18 medalhas em competição internacional

Atletas se destacaram no Open Internacional de Artes Marciais, promovido entre os dias 19 e 20 de outubro, na cidade de Brasília

Os Caratecas votuporanguenses que representam a Secretaria Municipal de Esportes e Lazer da Prefeitura de Votuporanga se destacaram conquistando 18 medalhas no Open Internacional de Artes Marciais, promovido entre os dias 19 e 20 de outubro, na cidade de Brasília. O evento foi realizado pela CONFAMEB (Confederação Artes Maciais Educativas) e Associação Paulo Borges de Brasília.

O campeonato contou com participantes de São Paulo, Goiás, Rio de Janeiro, Paraíba, Sergipe, Minas Gerais, Tocantins, Distrito Federal, Equador e Peru.

Em nome do estado de São Paulo, oito votuporanguenses disputaram nas modalidades de Kata Individual, Kata Equipe, Kobudo (armas), Kumite Individual (lutas) e Desafio de Nações.

PUBLICIDADE

Ênfase para a performance do Sensei André Luís, que sagrou-se campeão em todas as Categorias, recebendo quatro medalhas de ouro e o Cinturão Desafio de Nações.

 

Confira os resultados

 
 

Deixe seu comentário

PUBLICIDADE

Continue Lendo

Folha Esporte

Federação Paulista de Futebol interdita Estádio do Fefecê

Ao receber a decisão, o presidente do Fernandópolis Futebol Clube, Zé do Gás, desabafou: “Tratou nós aqui(São Paulo) como um lixo. Então, essa federação pra mim é um lixo. Isso aqui você tem que ter dinheiro.

Uma decisão da FPF (Federação Paulista de Futebol) revoltou a diretoria do time e praticamente toda a cidade. Uma portaria expedida no dia 21 de outubro e assinada pelo vice-presidente de competições, Pedro Martins, determinou que o Estádio Cláudio Rodante seja “vetado para jogos e qualquer evento esportivo profissional e amador, organizado pela FPF, devido às condições do campo de jogo, que não se encontra em condições da prática do esporte.”

Segundo a portaria, o clube deverá realizar adequações no campo e depois de uma análise do setor de infraestrutura de estádio para validar as novas condições. A Federação alegou má condições do gramado e identificou sujeiras em volta do campo, o que revoltou o presidente do Fefecê, Zé do Gás.

O Fernandópolis ficou com a terceira melhor campanha na Segundona e sonhava com o acesso a séria A3, mas uma liminar concedida ao Batatais, manteve o Fefecê na B1A, até que o mérito da denuncia de que o time (Batatais) teria manipulado resultados seja julgado no STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva).

PUBLICIDADE

Irritação e desabafo

O presidente do Fernandópolis Futebol Clube, Zé do Gás, desabafou após receber a noticia de que o time ficaria de fora da A3, após uma liminar do STJD favorável ao Batatais, que teria sido suspenso por 240 dias por ter manipulado resultados na segundona.

Para o presidente do Fefecê, foi “nadar, nadar e morrer na praia. Chegamos aqui (São Paulo), capitão ‘Sukita’ bateu na costas da gente… seu Ferraz ai… correndo atrás de ônibus na rua soltando fumaça… é tudo falsidade, prometeram um monte de coisa. Chegamos aqui, ninguém nos atendeu. O capitão ‘Sukita’ – ‘não sei o nome dele’, o cara que estava ai (Fernandópolis) no domingo interditou o campo, falou um monte de besteira pra nós aqui, que o campo está com o gramado ruim e que está cheio de sujeira em volta e arquibancada velha enferrujada, acabou com nós,” desabafou, Zé do Gás.

Em áudio repassado em grupos de WhatsApp, Zé do Gás falou sobre o encontro com representante da FPF durante jogo no Estado Cláudio Rodante. “Nós sabemos que o gramado não está bom, mas jogamos o campeonato inteiro dentro do campo, treinando e jogando. E tem campos piores em outros lugares. Tratou nós aqui (São Paulo) como um lixo. Então, essa Federação pra mim é um lixo. Isso aqui você tem que ter dinheiro. Você tem que andar certo para aqui poder cobrar. Agora, como é que cobra aqui?”, perguntou o presidente.

“Estamos devendo aqui, devendo pra jogar e um monte de coisa ai. É complicado você vir aqui para tentar almejar alguma coisa. Você não almeja nada. Ai vem em casa e elogia, estádio cheio, bonito: Parabéns presidente, parabéns Jerry, Junior, Viriato… bochecha, Furunco, Morroida, chega aqui e conversa tudo ao contrário e ri na nossa cara. Vergonha. Estou decepcionado com isso aqui (Federação). Ai o Batatais tá lá dentro com liminar . Tá proibido de participar de jogo, mas tá lá dentro e nós aqui do lado de fora (sic)”, finalizou o mandatário.

FONTE: Informações | Região Noroeste

PUBLICIDADE

Deixe seu comentário

PUBLICIDADE

Continue Lendo

POPULARES