Ligue-se a nós
[adrotate group="1"]

Bolsonaro diz que hoje “bate o martelo” sobre reforma da Previdência

O presidente Jair Bolsonaro disse que pretende “bater o martelo” hoje (14) sobre a proposta da reforma da Previdência que será encaminhada pelo governo federal ao Congresso. Segundo ele, será fixada a idade mínima de 62 ou 65 anos para homens e 57 ou 60 anos para mulheres, incluindo um período de transição.

A definição depende de uma reunião que Bolsonaro terá à tarde com a equipe econômica. Ele também afirmou que as regras aplicadas às Forças Armadas serão estendidas aos policiais militares e bombeiros.

“Eu não gostaria de fazer a reforma da Previdência, mas sou obrigado a fazer, do contrário o Brasil quebrará em 2022 ou 2023”, afirmou o presidente em entrevista exclusiva à TV Record na noite de ontem (13).

Bolsonaro não adiantou qual será a idade mínima para homens e mulheres, mas assegurou que o período de transição será fixado. No caso da idade mínima maior – 60 anos para mulheres e 65 para homens, a transição será de 2022 a 2023. “Vou conversar com a equipe econômica”, acrescentou.

Saúde

Após 17 dias internado para a terceira cirurgia, na qual foi submetido para a retirada da bolsa de colostomia, o presidente afirmou que o período mais difícil foi o da recuperação no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo. Ele lembrou que passou por uma pneumonia, o que atrasou sua alta hospitalar.

 “[O médico disse que] não se lembra de ter encontrado um intestino com mais aderência do que o meu”, afirmou. “Mas estamos prontos para voltar ao batente.”

O presidente ficará, nos primeiros dias, no Palácio da Alvorada, a residência oficial, com supervisão médica e retomará gradualmente as atividades, segundo o porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros.

PCC

Bolsonaro afirmou que, embora tenha sido uma decisão do Ministério Público de São Paulo transferir 22 presos ligados ao grupo organizado Primeiro Comando da Capital (PCC) para três presídios federais, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, acompanhou todo o processo.

 De acordo com a decisão judicial que decretou a transferência, os presos ficarão em RDD (Regime Disciplinar Diferenciado) por 60 dias após a chegada aos presídios federais de segurança máxima.

“O ministro Sergio Moro tem tratado este assunto de forma excepcional”, destacou.

Brumadinho

Após a tragédia em Brumadinho (MG), causada pelo rompimento da barragem Mina Córrego do Feijão, na qual 165 pessoas morreram e 155 estão desaparecidas, o presidente disse que o governo federal trabalha intensamente em um “plano seguro” para as cerca de mil barragens existentes no país.

Segundo Bolsonaro, o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, coordena os trabalhos para definir o plano que será executado em conjunto com outras pastas no esforço de impedir acidentes como o registrado, no último dia 25, nos arredores de Belo Horizonte.

O presidente ressaltou que o “houve uma pronta resposta do governo federal”. “No dia seguinte, fomos oferecer o apoio para o estado de Minas Gerais”, disse. “O almirante Bento está tomando providências juntamente com outros ministros para que as mil barragens possam ter um plano seguro para que não haja mais esse tipo de desastres.”

Governo

Bolsonaro reiterou que sua relação com o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, é excelente e que ambos mantêm diálogo contínuo. Segundo ele, Mourão está apto para substituí-lo em eventualidades. “Temos excelente diálogo. Cada vez mais estará preparado para nos substituir.”

Bolsonaro disse ainda que acompanha a investigação sobre quatro filiadas ao PSL, legenda do presidente, por suspeita de terem atuado como “laranjas” para o desvio de dinheiro público destinado ao partido por meio do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC). Matérias veiculadas na imprensa associam o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, a essa prática.

O presidente reiterou que é uma “minoria” dentro do partido que está sob suspeita e que a Polícia Federal foi encarregada do caso. “O partido tem de ter consciência. Não são todos, é uma minoria. Logo depois da minha eleição, eu dei carta branca para apurar qualquer tipo de crime de corrupção e lavagem de dinheiro.”

Bolsonaro disse que Bebianno responderá pelo que for responsabilizado. “Se tiver envolvido e logicamente responsabilizado, lamentavelmente o destino não pode ser outro a não ser o retorno das suas origens.”

Anúncio

Coronavírus

Pediatra explica COVID-19 e suas complicações para os pequenos

Médico da Santa Casa, Antônio Seba Júnior, falou dos sintomas e pediu atenção aos cuidados de higiene com as crianças

Em época de Coronavírus (COVID-19), todo cuidado é pouco com nossos pequenos. As crianças estão em isolamento social e, mesmo assim, podem ser transmissores da doença para seus pais e avós.

Por isso, a Santa Casa de Votuporanga entrevistou o médico pediatra Antônio Seba Junior, para orientar os papais. “A criança, quando é comprometida com a COVID-19, na grande maioria das vezes, tem evolução mais favorável comparada com os adultos. Acredita-se que seja devido ao encontro anterior precoce com os tipos de Coronavírus benignos. Os sintomas são: tosse, nariz escorrendo, febre baixa, vômito e diarreia”, explicou.

O Dr. Seba Junior ressaltou que, entretanto, alguns pequenos são do grupo de risco. “Não podemos esquecer que há um número grande de crianças com morbidades – outras doenças relacionadas – como paralisia cerebral, diabetes, tratamento oncológico, prematuras com patologias pulmonares e que requerem atenção”, complementou.

Afastamento

O profissional enfatizou que os menores devem ficar longe dos avós. “É fundamental manter as atividades de higiene destas crianças. Eles são transmissores para adultos e terceira idade. E em contato com este público, o quadro pode evoluir para mais grave”, disse.

Ele orientou que deve-se evitar inalações com soro neste período. “Existem outros vírus que apresentam os mesmos sintomas, como da Influenza que pode desenvolver insuficiência respiratória aguda e grave. Tosse, falta de ar, febre alta são sinais de que os pais devem procurar assistência médica para os pequenos pacientes”, finalizou.

Continuar Lendo

Destaques

Santa Casa recebe doação de 153 quilos de abóbora

Diretamente de Tanabi, as colaborações vieram de um produtor rural e um grupo de amigos

A solidariedade realmente não tem fronteiras. Nos momentos mais difíceis, como da pandemia do Coronavírus (COVID-19), a empatia e o amor ao próximo são maiores do que qualquer doença.
A Santa Casa de Votuporanga recebeu doação de 153 quilos de abóbora. O produtor rural de Tanabi, Werinto Rodrigo Quiles Rodrigues, ajudou o Hospital juntamente com um grupo de amigos. “Em virtude do novo vírus, muitas pessoas estão em isolamento em casa, o que dificultou as minhas vendas e de um grupo de agricultores neste mês. Pensei em colaborar com entidades e direcionamos para a Santa Casa”, contou Werinto.
Ele disse ainda que, entrou em contato com o Setor de Captação da Instituição. “Ficamos muito felizes de ajudar o Hospital, que atende toda a região”, afirmou.
As abóboras foram destinadas para o Serviço de Nutrição e Dietética da Santa Casa, responsável pelo fornecimento de 1.700 refeições diárias a pacientes e acompanhantes. “Nosso muito obrigado para Tanabi. Nossos assistidos sentirão o amor e a solidariedade de vocês, durante os dias internados. São ações assim que nos motivam ainda mais a manter nossos atendimentos com qualidade e humanização”, afirmou o provedor Luiz Fernando Góes Liévana.

Continuar Lendo

Destaques

Docente da UNIFEV orienta sobre métodos de estudo em casa

Prof. Me. Anderson Bençal Indalécio deu dicas sobre como manter a produtividade em tempos de isolamento social

A necessidade de permanecer em isolamento social para conter o avanço da pandemia do novo coronavírus alterou a rotina de trabalho e de estudos da maioria dos brasileiros. Na UNIFEV, com o início das férias antes do previsto, os universitários têm utilizado a tecnologia como aliada para a continuidade de pesquisas e revisão de conteúdos

Como é o caso do estudante Hiago Rodrigues de Oliveira, 19 anos, do 5º período do curso de Direito da Instituição, que com a suspensão das aulas presenciais, desenvolveu o seu próprio método de estudos. Para que o seu ritmo de universitário fosse mantido, ele estabeleceu horários regrados para pesquisas e leituras de temas relacionados a sua área.

“Apesar de lamentar a paralisação das aulas, é uma pausa válida para que todos os conteúdos sejam repassados detalhadamente. Atualmente, temos acesso a uma variedade muito grande de fontes de informação, o que facilita bastante na hora de complementar alguma teoria. Um dos materiais que tem me ajudado bastante é o acesso à biblioteca virtual Saraiva Jur, disponibilizada pela UNIFEV. Por lá, consigo encontrar doutrinas atualizadas”, disse.

Para quem assim como o estudante, está cercado com muitas informações, o docente da Instituição, Prof. Me. Anderson Bençal Indalécio, separou dicas valiosas, para tornar o período mais proveitoso. “Quando estamos em casa nossa motivação para realização de atividades de pesquisa e leitura tende a diminuir. Esse cenário normalmente é agravado quando dedicamos muito tempo para acessar recursos de entretenimento, como por exemplo games, redes sociais e televisão”, destacou.

Para fugir dessas armadilhas, Bençal detalha algumas ações que podem fazer a diferença para quem está em busca de foco durante o isolamento social. “Por meio de iniciativas simples é possível aproveitar o tempo livre para se aprimorar, basta ter atitude e criatividade”.

Crie uma rotina e disciplina para estudar

Estipule uma rotina equilibrada com horários para cada atividade, definindo quais serão os momentos do seu dia destinados ao lazer e aos estudos. “Desligue a televisão e deixe seu celular em modo avião. Foco é muito importante para compreensão dos conteúdos estudados”, completou o docente.

A dica do professor é reservar no mínimo quarenta minutos de leitura pela manhã, quarenta minutos de pesquisa no período da tarde e quarenta minutos de leitura no período noturno, que somará ao final de uma semana 14 horas de atividades.

Estabeleça metas

Implante metas ou objetivos que condicionam o engajamento e estimulam a motivação com pequenas conquistas. “Fazer a leitura de um capítulo de livro por dia, pesquisar artigos relacionados aos assuntos de seu interesse e estudá-los no período de até dois dias, terminar a leitura de um livro dentro de uma semana, são exemplos de metas viáveis e significativas para manter a produtividade”, ressaltou.

Use os recursos tecnológicos a seu favor

Em tempos de isolamento social o acesso às bibliotecas ou o encontro com colegas para discutir tópicos importantes sobre disciplinas ficaram comprometidos. Para Bençal, na era da informação em que vivemos, os recursos tecnológicos surgem para romper as barreiras físicas.

“As ferramentas de busca disponíveis na internet, como GoogleYahoo e Bing ampliaram as possibilidades de acesso à informação. Em um clique, podemos visitar bibliotecas e acervos de conteúdo das maiores universidades do mundo, assistir palestras de grandes especialistas em diversas áreas, por meio de plataformas como o YouTube e o TED Talks”, disse.

Para a pesquisa de artigos científicos, o docente indica as seguintes plataformas: scielo.brscholar.google.com.brperiodicos.capes.gov.br; e bdtd.ibict.br/vufind.

Selecione o seu conteúdo

É preciso entender que nem todos os sites da internet são confiáveis, uma vez que qualquer pessoa pode compartilhar informações como bem entendem, com isso o risco de acesso a conteúdos ilegítimos é maior.

“É importante utilizar sites vinculados à instituições sérias e renomadas. Os blogs, por exemplo, geralmente disseminam informações sem base científica, portanto prefira artigos científicos publicados para trabalhos de cunho acadêmico. Além disso, utilize livros para estudar conceitos clássicos do seu campo de estudo. Atualmente, é possível encontrar muitos materiais em formatos digitais de E-Book ou Pdf”.

Reuniões online

Reunir-se com os colegas para trocar ideias e sanar dúvidas sobre os conceitos que os professores trabalharam em aula é uma excelente oportunidade de aprendizado. As restrições com relação aos encontros presenciais podem ser superadas por meio de recursos digitais, como o Google Hangouts, grupos de WhatsApplives no Instagram ou Facebook.

Cursos na modalidade Educação a Distância (EAD) e jogos infantis

A UNIFEV abriu seu acervo com mais de 30 jogos e 20 cursos online para alunos e para a comunidade em geral, de forma totalmente gratuita. O incentivo é uma forma de apoio para as pessoas permanecerem em casa, em razão da pandemia do novo coronavírus. Os conteúdos podem ser acessados pelos links: unifev.edu.br/cursosgratis (cursos) e unifev.edu.br/jogosgratis (jogos).

Bibliotecas virtuais

Os estudantes do Centro Universitário de Votuporanga podem complementar suas pesquisas, por meio de duas plataformas disponibilizadas pela Instituição: A Biblioteca Virtual Universitária (BVU) da Pearson e a Saraiva Jur. A plataforma da Pearson, por exemplo, oferece mais de 4 mil títulos, com obras que abordam diversas áreas do conhecimento, tais como Administração, Direito, Educação, Enfermagem, Engenharia, Gastronomia, Letras, Marketing e Medicina, entre outras. Já a Saraiva Jur é direcionada às áreas de doutrina, legislação e concursos, oferecendo livros a profissionais e estudantes de Direito.

Continuar Lendo

Populares