Aquishow de Santa Fé do Sul pode ser elevada à condição de Patrimônio Cultural do Brasil

[sociallocker id=”8362″]

Começou a tramitar esta semana no Congresso Nacional, o projeto de lei 8749/2017, que eleva a Aquishow, realizada anualmente em Santa Fé do Sul, à condição de Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil. Segundo o médico e deputado federal, Dr. Sinval Malheiros (Podemos-SP), autor da proposta, o evento tem se destacado como um pilar nacional, de referência mundial, para a difusão da importância e necessidade da aquicultura e da piscicultura.

“A Aquishow promove o encontro de todos os segmentos da cadeia produtiva, fomentando a integração entre piscicultores, técnicos, fornecedores, consumidores, trabalhadores, pesquisadores e outros interessados no ramo. É realizada há nove anos em nosso País, contando inclusive com apoio da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, além do envolvimento de autoridades do Governo Federal, em especial do extinto Ministério da Pesca”.

Ainda segundo Malheiros, a realização da atividade se dá sob a forma de seminário, havendo espaço também para feiras e para exposição de produtos, serviços, tecnologias, equipamentos e insumos. “O propósito é discutir o aperfeiçoamento das práticas de produção e desenvolvimento sustentável das técnicas de aquicultura e piscicultura, inclusive na busca por novas tecnologias, sempre enfatizando a relevância que essas práticas possuem para a sociedade de uma forma geral”, complementa.

Em sua propositura, Malheiros ainda destaca os benefícios do peixe para a alimentação. “São inegáveis os benefícios. Trata-se de um dos alimentos de melhor qualidade para o consumo humano, sendo uma fonte reconhecidamente rica em proteínas e em vitaminas e minerais, tais quais: vitamina A, as vitaminas do complexo B, vitamina E, ácido fólico, zinco, cálcio, ômega 3, ferro, iodo, entre outros. É um alimento altamente recomendado por nutricionistas e médicos”.

“A Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO) estima que o consumo mundial de pescados seja de 125 milhões de toneladas por ano, valor que saltará para 225 milhões em 2030”, afirma o deputado federal, médico há mais de 40 anos.

Regional – “A Aquishow conta com o envolvimento de diversas entidades da sociedade civil, bem como de prefeituras paulistas, como Santa Clara D’Oeste, Santa Rita D’Oeste, Três Fronteiras, Nova Canaã Paulista, Rubinéia e Santa Fé do Sul, além, ainda, de patrocinadores da iniciativa privada. Na edição desse ano, foram mais de 50 empresas expositoras, com a participação de dezenove estados brasileiros e de doze países, com o giro de aproximadamente R$ 6 milhões de reais em negócios realizados somente no âmbito do evento. É inegável sua grandeza e importância”, avalia Dr. Sinval Malheiros.

“Diante de todo o exposto sobre a importância da Aquishow para a aquicultura e a piscicultura, entendemos necessária a sua valorização e consequente promoção à condição de patrimônio cultural imaterial brasileiro, ação essa de elevado mérito”, finaliza o parlamentar. 

[/sociallocker]

Similar Posts

%d bloggers like this: